Saúde

São Paulo vai aplicar Coronavac em crianças a partir de sábado

Publicados

em


source
Caetano de Jesus Moreira Graça, de 9 anos, foi o primeiro a receber o imunizante
Reprodução

Caetano de Jesus Moreira Graça, de 9 anos, foi o primeiro a receber o imunizante


Com a liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), a Prefeitura de São Paulo vai começar a aplicação da Coronavac em crianças de 6 a 11 anos no próximo sábado (22). Nesta quinta-feira (20), o município recebeu do governo estadual 801.560 doses do imunizante, entregues ao Centro de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Cadi).

Elas serão encaminhadas aos Postos de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Padis) e, em seguida, distribuídas a todas as regiões e unidades para que a imunização possa acontecer no fim de semana. O público estimado nesta faixa etária é de 919.553 crianças.

O esquema para o sábado prevê que a vacinação estará disponível em 205 postos de vacinação, sendo 125 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que estarão abertas exclusivamente para vacinação desse público e também em 80 Assistências Ambulatoriais (AMAs)/Unidades Básicas de Saúde (UBSs). As unidades disponíveis podem ser consultadas na página Vacina Sampa . A partir de segunda (24), a vacinação estará disponível em todos os postos da capital.

Leia Também

“A liberação do imunizante Coronavac e a chegada deste lote vai nos permitir avançar mais rapidamente com a vacinação infantil na cidade de São Paulo. Nesta semana, iniciamos a vacinação das crianças com comorbidades e deficiência com o imunizante pediátrico da Pfizer e agora podemos ampliar a imunização a todo o público infantil”, afirma o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido.

Cabe salientar que ao público de 5 anos de idade e imunossuprimidos, a aplicação seguirá ocorrendo exclusivamente com a Pfizer pediátrica – a Anvisa vetou o uso da Coronavac em crianças dessa idade ou com tais comorbidades.

Para receber a dose da vacina, as crianças deverão estar acompanhadas por um responsável maior de 18 anos e apresentar documento de identificação (preferencialmente CPF) e carteirinha de vacinação.

Até quarta-feira (19), foram aplicadas 16.836 doses no público de 5 a 11 anos. No total, a capital já aplicou 25.218.457 de doses, sendo, 10.726.132 primeiras doses (D1); 10.065.284 segundas doses (D2); 334.749 doses únicas (DUs); e 4.092.292 doses adicionais (DAs). Os pais ou responsáveis podem consultar a disponibilidade do imunizante na plataforma “De olho na fila” .

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Covid-19: em alta, média móvel de mortes chega a 123 neste sábado

Publicados

em

source
Enterro de vítima da Covid-19
Amazônia Real

Enterro de vítima da Covid-19

O Brasil registrou 72 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) neste sábado (28). Por conta de problemas técnicos, oito entes federados não computaram informações a respeito da doença neste sábado: Acre, Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Roraima e Tocantins.

Mesmo com os dados faltantes, a média móvel de mortes pela doença acompanhou a tendência de alta dos últimos dias, chegando a 123.

Desde o início da pandemia de Covid-19, 666.391 vidas foram perdidas para a doença no Brasil. No total, foram 30.945.384 casos positivos de infecção pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Nas últimas 24 horas, 24.239 novos casos foram registrados. A média móvel de casos, também em alta, chegou a 23.825.

O estado que mais teve vítimas de Covid-19 desde o início da pandemia foi São Paulo, com 169.213 óbitos. Em seguida, vem o Rio de Janeiro, com 73.797, e Minas Gerais, com 61.544.

Fonte: IG SAÚDE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana