esportes

Santos e Olímpia ficam no 0 a 0 na Libertadores

Publicado


.

Santos e Olímpia empataram em 0 a 0, nesta terça (15) na Vila Belmiro, no retorno da Libertadores da América. Com o resultado, o Peixe perdeu os 100% de aproveitamento, chegou a 7 pontos e segue líder do Grupo G. A equipe paraguaia soma 5 pontos e ocupa a segunda colocação.

Jogo truncado

O confronto foi truncado do início ao fim, com muita entrega dos times, mas pouca inspiração. A primeira grande chegada do jogo foi do Olímpia. Ortiz avançou pelo meio e chutou de perna esquerda para João Paulo espalmar. O Santos só assustou aos 24 minutos. Soteldo recebeu de Marinho e avançou pela esquerda. O venezuelano tocou para o meio da área, Marinho deixou passar e Pituca chutou nas mãos de Azcona.

O time paraguaio quase abriu o placar dois minutos depois. Pita recebeu pela direita e arriscou de fora da área, obrigando João Paulo a fazer grande defesa. O Santos respondeu aos 31 minutos. Carlos Sánchez tocou para Raniel, que dominou e bateu de virada, por cima do gol paraguaio. O Peixe teve nova oportunidade, aos 37 minutos. Raniel tocou para Soteldo, que entrou na área e chutou rasteiro, na saída de Azcona, que viu a bola bater na trave esquerda.

O Santos continuou melhor no início do segundo tempo. Felipe Jonathan acertou bom chute de fora da área e Azcona espalmou. Dois minutos depois, Soteldo cruzou na cabeça de Carlos Sánchez. Ele ajeitou de cabeça para Raniel, mas o camisa 12 não conseguiu reagir e perdeu grande oportunidade.

Ouça na Rádio Nacional

A partir dos 22 minutos, o Olímpia ficou com um jogador a menos. Rodrigo Rojas deu um carrinho violento em Marinho, recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Mesmo com vantagem numérica em campo, o Santos encontrou muita dificuldade para furar a defesa paraguaia, além de cair na catimba adversária. A melhor oportunidade apareceu apenas aos 47 minutos, com Madson, que recebeu sem ângulo, tentou o chute, mas Azcona jogou para escanteio.

Na próxima rodada, o Santos enfrenta o Delfín, quinta-feira (24), às 19h15, no Estádio Jocay, em Manta (Equador). O Olímpia pega o Defensa y Justicia, na quarta-feira (23), às 19h15, no Estádio Noberto Tomaghello (Argentina).

Veja a classificação atualizada da Copa Libertadores.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
publicidade

esportes

Botafogo-SP vence Oeste e fica fora do Z4 da Série B

Publicado


O Botafogo-SP venceu o Oeste por 1 a 0, na Arena Barueri, quebrando uma sequência de quatro derrotas consecutivas. O Pantera chegou a 11 pontos, saiu provisoriamente da zona do rebaixamento e ainda deixou o rival da noite desta terça-feira (29) na lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro, com apenas 6 pontos conquistados. A partida foi marcada pela dificuldade das equipes em criar chances de gol e pela queda de luz da Arena Barueri no primeiro tempo.

Antes do apagão, o Botafogo-SP teve uma boa chance, aos 5 minutos de jogo. Ronald avançou pela direita, entrou na área do Oeste e chutou no canto esquerdo de Caíque França, que espalmou para escanteio. Aos 24 minutos, o goleiro do time da casa fez outra grande defesa. Rafinha recebeu lançamento, cortou pra dentro e chutou cruzado de esquerda, mas Caíque França salvou.

Aos 38 minutos, alguns refletores da Arena Barueri apagaram. Depois de 13 minutos de espera, o jogo recomeçou. O Oeste voltou melhor da parada e passou a ameaçar. Aos 61 minutos, Betinho, de cabeça, completou cruzamento que veio da esquerda e a bola passou perto do gol de Darley. A última chance do primeiro tempo foi do Botafogo. Wellington Tanque dominou na entrada da grande área e chutou no canto esquerdo para Caíque França espalmar.

O segundo tempo da partida foi ruim tecnicamente. As equipes não conseguiam criar oportunidades e tinham dificuldades de finalizar para o gol. Até que, aos 22 minutos, Ronald avançou pela direita e cruzou na área. A bola sobrou para Rafinha, que dominou e bateu rasteiro, colocado, no canto esquerdo de Caíque França para abrir o placar.

O Oeste tentou responder, mas não oferecia grande perigo ao gol de Darley. O Pantera quase ampliou com Wellington Tanque. Aos 35 minutos, o camisa 9 aproveitou chutão de Robson e finalizou. Caíque França fez a defesa.

Sem forças para empatar, time da casa ainda terminou o duelo com um jogador a menos. Aos 43 minutos, Cauã deu um carrinho por trás em Luketa e recebeu cartão vermelho.

Na próxima rodada, o Oeste enfrenta o Figueirense, sexta-feira (2), às 16h30, no Orlando Scarpelli. O Botafogo-SP recebe o Paraná no mesmo dia, às 21h30, no Estádio Santa Cruz.

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana