TECNOLOGIA

Samsung não vai lançar Galaxy Note para priorizar dobráveis

Publicados

em


source
Galaxy Z Fold 3 terá suporte à S Pen
Reprodução

Galaxy Z Fold 3 terá suporte à S Pen

A Samsung tem um evento de imprensa programado para o próximo dia 11, no qual anunciará novos produtos em sua linha de dobráveis , a Galaxy Z. Mas quem esperava o anúncio de um novo Galaxy Note “de lambuja” vai ficar desapontado: segundo a empresa, isso não vai acontecer por enquanto.

No texto o Presidente e líder de Negócios de Comunicações Móveis da Samsung, TM Roh, declara: “Desta vez, ao invés de revelar um novo Galaxy Note, iremos ampliar ainda mais os recursos do Note para mais dispositivos Samsung Galaxy”. Entre estes recursos está uma nova versão da S-Pen “projetada especificamente para smartphones dobráveis”.

Sem entregar detalhes, o executivo promete que a terceira geração de dobráveis da empresa irá “remodelar a categoria de smartphones e reimaginar completamente suas experiências” e “abrirá incríveis novos recursos para múltiplas tarefas e durabilidade aprimorada para ainda mais pessoas em todo o mundo”.

Você viu?

A linguagem de Roh é ambígua: não dá para determinar se o “desta vez” se refere apenas a este evento ou ao ano de 2021. O fato é que há muito se fala que a Samsung estaria se preparando para “aposentar” a popular linha Galaxy Note.

O motivo não é a falta de popularidade, já que ela tem uma legião de fãs em todo mundo, mas sim o simples fato de que é cada vez mais difícil diferenciá-la de outros aparelhos. No passado, “tela grande e caneta” eram os principais atrativos. Mas isso hoje pode ser conseguido com um Galaxy S21 Ultra, com sua tela de 6,8″ e suporte à S-Pen.

Nesta semana surgiram imagens do que seria uma “capa” oficial do Galaxy Z Fold 3, no estilo Folio e com um slot para abrigar a S-Pen, que não ficaria no interior do aparelho. A julgar pelo design, a caneta parece muito similar à usada no Galaxy 21 Ultra e Galaxy Tab S7, porém ainda não se sabe se ela trará novos recursos.

Comentários Facebook
Propaganda

TECNOLOGIA

Proposta da UE por padrão USB-C pode acelerar chegada de iPhone sem entrada

Publicados

em


source
iPhone 13
Divulgação/Apple

iPhone 13

proposta da União Europeia de padronizar as entradas de smartphones no modelo USB-C pode resultar em um iPhone sem entrada. A Apple atualmente utiliza seu padrão próprio, o Lightning, e será a maior afetada caso a proposta se torne lei, tendo que fazer mudanças em dispositivos.

Ao The Verge, um porta-voz da Comissão Europeia disse que, de acordo com a nova proposta, se um dispositivo carregar apenas sem fio, não há a necessidade de ele cumprir o padrão e inserir uma entrada USB-C.

Se o projeto virar lei, as empresas terão 24 meses para se adequar à nova regra. Isso dá à Apple tempo o suficiente para desenvolver iPhones sem qualquer entrada, o que já vem sendo especulado há algum tempo.

Desde que a Apple tirou a entrada jack de fone de ouvido no iPhone 7, dizendo que os fones de ouvido sem fio eram o futuro, há especulações de que a companhia faça o mesmo com os carregadores a qualquer momento.

No caso da linha iPhone 13, grande parte dos analistas apostavam que a Apple lançaria os celulares sem qualquer entrada. Nesse caso, a única opção dos usuários seria partir para o carregamento sem fio.

No início do ano, o analista Ming-Chi Kuo disse que era mais fácil a Apple partir para o carregamento sem fio do que adotar a entrada USB-C. “Se o ‌iPhone‌ abandonar o Lightning no futuro, ele pode adotar diretamente um design sem porta com suporte ‌MagSafe‌ em vez de usar uma porta USB-C”, apostou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana