POLÍCIA

Rotam prende suspeita com 11,5 kg de drogas e munições de fuzil em quitinete

Publicados

em


Policiais do Batalhão Rotam prenderam uma mulher com 11,5 kg de drogas e  156 munições, dentre elas, de fuzil, em um quarto de quitinete, na noite de  quinta – feira(05.02), em Cuiabá. No imóvel, a polícia apreendeu o arsenal de munições, balanças de precisão e 13 tabletes de substâncias como maconha, pasta base e  cocaína.

A Polícia Militar foi acionada via 190 para checar uma ocorrência de roubo a um estabelecimento comercial na Avenida Miguel Sutil, região do Jardim Guanabara. Durante a verificação, os policiais se depararam com três homens e uma mulher em frente a uma quitinete.

Com a aproximação da viatura policial, o grupo se dispersou e um dos homens que estava no local, entrou rapidamente em um prédio onde havia várias quitinetes e de imediato fechou o portão. A equipe pediu para checar o local e foi informada que o suspeito havia pulado o muro de trás do prédio e fugido. 

As equipes identificaram que no prédio havia inúmeros quartos de quitinete, onde foi realizado o adentramento em algumas delas para checagem, três dos quartos estavam ocupados por famílias e uma quitinete estava fechada; o local pertencia ao homem que havia pulado o muro segundo populares.

Após diligências, a Rotam conseguiu localizar a mulher que  mora na quitinete, a suspeita estava escondida na residência da mãe. A PM deslocou com a suspeita até o quarto de quitinete e a mulher alegava que não morava no local, mas portava um molho de chaves que abriu o imóvel. Os policiais encontraram fotos da suspeita espalhadas na casa com o marido e os filhos. 

Dentro da quitinete, a Rotam apreendeu 120 munições de fuzil cal 308, 21 munições cal. 12, 15 munições cal 38; No imóvel ainda, foram apreendidos 13 tabletes de maconha, pasta base e cocaína; totalizando mais de 11,5 kg de entorpecentes. 

A suspeita foi presa e todo o material apreendido. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil. 

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 0800.65.39.39. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia Civil identifica suspeitos e apreende armas de fogo em investigação de homicídio contra mulher em Comodoro

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Os autores do bárbaro homicídio que vitimou uma mulher em Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá) foram identificados e duas armas de fogo foram apreendidas pela Polícia Civil, na sexta-feira (30.07), durante diligências para apuração do crime.

Entre os envolvidos está um casal, formado por uma mulher de 31 anos e um menor de 16, apontados como autores da execução da vítima. Um segundo casal teria presenciado os fatos, não interferindo na ação dos executores.

O homicídio que vitimou Lázara Izabel Souza da Silva, de 35, ocorreu na quinta-feira (29), ocasião em que a vítima foi com a tia buscar garrafas pet na residência vizinha. Havia dois casais na casa, e a tia decidiu ficar no local, onde ficou ingerindo bebida alcoólica com a suspeita e o marido dela.

Em determinado momento o casal entrou para a casa, ocasião em o suspeito saiu com uma arma de fogo atirando contra a vítima, que saiu correndo, porém foi alcançada pelo casal. Vendo que a vítima ainda estava com vida, a suspeita a esfaqueou, assim como o marido dela deu várias coronhadas na cabeça da vitima.

O outro casal não se envolveu na situação, porém ficou o tempo todo observando com uma espingarda calibre 28. Após o crime, os dois casais esconderam as armas e fugiram do local.  A vítima foi socorrida, porém não resistiu aos ferimentos e morreu na manhã de sexta-feira (30).

Assim que foi acionada do crime, a equipe da Polícia Civil foi até o local, onde localizaram uma das armas escondida na mata. Em continuidade as diligencias, os policiais localizaram o casal, dono da residência. Questionados sobre a outra arma, eles confessaram que também estava escondida na região de mata próxima a casa.

O suspeito apontado como dono da arma, de apenas 18 anos, e casado com um menor de 15, foi preso em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e liberado após pagamento de fiança. O menor que atirou contra a vítima se apresentou na Delegacia na presença de advogado na sexta-feira (30), sendo ouvido e liberado.

A companheira dele, suspeita de esfaquear a vítima, continua foragida. Segundo as informações, o crime foi motivado por uma briga ocorrida em um bar no ano de 2018, ocasião em que a vítima o irmão da suspeita (casada com o menor).

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana