POLÍCIA

Rotam prende homem com 350 kg de maconha; prejuízo de R$ 500 mil aos criminosos

Publicados

em


Na tarde desta quarta-feira (21), policiais do Batalhão Rotam prenderam um homem de 39 anos com cerca de 350 quilos de maconha, no bairro Areão, em Cuiabá. O suspeito transportava a droga em uma caixa quando foi flagrado pela PM. A grande quantidade de entorpecente apreendido equivale a quantia de R$ 500 mil de prejuízo aos criminosos.

Por volta das 12h30, os policiais do Setor de Inteligência da Rotam conseguiram informações sobre um carregamento de droga. De imediato, as equipes de policiais foram até o local apontado e avistaram o suspeito carregando uma caixa em direção a um veículo.

O homem de 39 anos foi abordado e a Rotam apreendeu 336 tabletes de maconha. Sem esboçar reação, o suspeito já disse para os policiais que não estava armado e que a droga não era dele e sim de outro homem (já identificado).Durante a verificação em um quarto, os policiais apreenderam mais seis caixas cheias de maconha. 

O homem foi preso e conduzido à Central de Flagrantes. A ocorrência foi entregue à Polícia Judiciária Civil.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Duas pessoas envolvidas em esquema de desvio de cargas de soja são presas em flagrante

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

Policiais civis de Brasnorte prenderam nesta quarta-feira (05.05) duas pessoas envolvidas em um esquema de desvio de cargas de soja de uma propriedade rural do município. Com apoio da equipe da Polícia Civil e Polícia Militar de Campo Novo dos Parecis, o caminhão que transportava a carga foi abordado no município e recuperada 49 toneladas de soja retiradas do armazém da vítima sem nota fisal emitida pela proprietária dos grãos. 

O proprietário da fazenda desconfiou de que estivesse sendo vítima de um esquema de desvio de cargas de soja e procurou a Delegacia de Brasnorte para registrar a ocorrência. Ele relatou que desde os primeiros meses deste ano deu falta de toneladas de soja do setor de armazenamento da fazenda e suspeitava que carretas retiravam carga de soja com notas frias. 

A partir das informações repassadas pela vítima, o delegado Heberth Hugo Montenegro instaurou investigação para apurar os fatos. 

Nesta quarta-feira (05), o proprietário da fazenda informou a Polícia Civil que uma carga saiu da fazenda e seguiu em direção ao município de Campo Novo dos Parecis, sem documentação fiscal dos grãos transportados. 

Após solicitação de apoio à Delegacia de Campo Novo dos Parecis, o caminhão foi abordado e com o motorista, de 35 anos, foram encontradas notas fiscais falsas. Ele foi preso em flagrante e conduzido à delegacia de Brasnorte. 

Depois da apreensão da carga, os policiais de Brasnorte foram até o escritório da fazenda da vítima onde indagaram uma funcionária sobre o esquema de desvio das cargas de soja. Ela confessou a participação na ação criminosa, detalhando sobre a facilitação e o despacho das notas frias de soja emitidas por ela para que as carretas pudessem sair da fazenda com as cargas. 

A funcionária da fazenda, de 37 anos, relatou aos policiais que recebia R$ 10 mil por carreta que saía com nota fria da propriedade rural. A suspeita passou mais informações e participação de outras pessoas no esquema, que serão apuradas pela equipe da Polícia Civil de Brasnorte. Na casa dela, os policiais apreenderam um notebook e um celular que será analisado. 

De acordo com o delegado, as cargas desviadas da propriedade causaram um prejuízo estimado pela vítima em R$ 1 milhão. A carga aprendida nesta quarta-feira está avaliada em 135 mil reais.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana