POLÍTICA NACIONAL

Rodrigo Maia reúne apoio do centrão e da esquerda pela presidência da Câmara

Publicado


source
Presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia
Agência Brasil

Presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM) articula apoio do centrão junto a partidos de esquerda para a eleição que definirá o próximo presidente da casa, marcada para 1º de fevereiro de 2021.


A ideia de Maia é criar um grande bloco, de cerca de 350 deputado s de diferentes siglas, como PSDB, DEM, Cidadania, PDT e PC do B, para fazer oposição ao candidato apoiado pelo Palácio do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), que já ocupa o cargo de líder do governo Bolsonaro na câmara.

Segundo informações da CNN, os candidatos preferidos de Maia para ser seu sucessor são Baleia Rossi (MDB-SP), Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) ou  Marcos Pereira (Republicanos-SP).

Para viabilizar o apoio de diferentes partidos, o deputado está fazendo uma ‘ peregrinação ‘ ao redor do país para conversar com lideranças políticas e personalidades importantes do meio.

Na última quinta (19), Rodrigo Maia foi até o nordeste, no Ceará, onde se encontrou com os irmãos Gomes, Cid e Ciro , e o governador do estado, Camilo Santana (PT), e uma das pautas conversadas foi a união dos partidos para essa eleição.

Em entrevista ao Globo, Cid Gomes classificou a união como um “centro progressista” contra Jair Bolsonaro, e revelou que a ideia também é apoiada por Ciro e Camilo.

Na sexta (20),o político do DEM já estava em São Paulo, onde se encontrou com o governador João Dória (PSDB).

Contudo, Maia aguarda decisão do STF sobre a eleição na Câmara, onde será julgada ação que pode permitir que ele se candidate para uma 3ª reeleição.

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Na “mira” do Planalto, Doria pretende organizar evento para vacinar Lula e FHC

Publicado


source
Doria
Reprodução

Governador de São Paulo mira agora evento com ex-presidentes para alavancar vacinação

A “batalha das vacinas” entre o  governo Bolsonaro e João Doria deve ganhar novos capítulos nos próximos dias. Após posar ao lado da primeira pessoa vacinada no país horas depois da confirmação da Anvisa para o uso emergencil da CoronaVac, o governador de São Paulo pretende realizar um evento para vacinar os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso.

Segundo informações do blog da jornalista Andréia Sadi, a organização seria o próximo passo de Doria no embate pessoal com o presidente, de quem é adversário político e deverá ser concorrente nas eleições presidenciais de 2022. Inclusive, o governador tem dito a aliados que o episódio do último domingo foi a “pior derrota de Bolsonaro desde que foi eleito”.

Ainda de acordo com a publicação, o “outro lado” da história também já se prepara para a continuidade da guerra. Para evitar a capitalização da vacina, a ideia do Planalto é desgastar a imagem de Doria junto a outros governadores do país e, principalmente, com a opinião pública, intensificando os ataques à sua gestão nas redes sociais.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana