mato grosso

Riscos de afogamento nos rios de Mato Grosso é alertado pelos Bombeiros

Publicados

em

Equipes do Agrupamento de Mergulho autônomo do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso (CBM-MT) estarão percorrendo, a partir deste domingo (15.08), os principais rios, lagos e cachoeiras da baixada cuiabana para prevenir os banhistas sobre pontos críticos, com alto risco de afogamento, que devem ser evitados.

O objetivo é levar informações para conscientizar a população e prevenir grandes tragédias. Conforme o relatório de atendimento de registro dos casos por afogamento, nos últimos dois anos e meio, 288 de pessoas morreram afogadas em rios de Mato Grosso. Em 2019, foram registrados 107 casos e em 2020 o número saltou para 113 óbitos. Somente no primeiro semestre de 2021, 68 pessoas morreram afogadas.

Segundo o comandante da unidade Regional I do Bombeiro Militar, tenente coronel João Paulo Nunes Queiroz, com a chegada do período intenso de estiagem, o número de pessoas nos locais de banho deve aumentar, elevando a probabilidade dos riscos de acidentes, pois muitos banhistas ainda insistem entrar em locais impróprios.

Um dos lugares considerado inapropriado para o banho, de acordo com o mapeamento realizado pelo Grupo de Mergulho, é o Rio Cuiabá.  Segundo os bombeiros, o local apresenta águas turvas, corredeiras em excesso, além de bastante rebojo, um risco eminente de afogamento que deve ser evitado pelos banhistas.

Recomendações

– Banhistas devem procurar fazer uso de rios menores, com águas calmas e transparentes;
– Não ingerir bebidas alcoólicas antes e durante o banho;
– Pais ou responsáveis devem ficar atentos e perto das crianças; o uso de coletes e boias flutuantes é indispensável, aumenta a segurança;
– Entre em rios com água que possuem profundidade abaixo da linha da cintura.

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Professor Allan Kardec abre campanha a deputado federal com live ‘Do Pantanal ao Congresso Nacional”

Parlamentar defende propostas e ideias para melhorar a vida real das pessoas, como trabalho, emprego e renda e acesso de qualidade à saúde, educação, esporte e lazer, entre outras prioridades

Publicados

em

Deputado Professor Allan Kardec (PSB-MT) | Foto: JL Siqueira

Deputado Professor Allan Kardec (PSB-MT) lança nos primeiros minutos desta terça-feira (16/8) sua campanha a deputado federal em uma LIVE com pedido de voto ao eleitor, em suas redes sociais. 

O parlamentar concorre pelo Partido Socialista Brasileiro Brasileiro (PSB) a uma das 8 vagas a que Mato Grosso tem direito em disputa para a Câmara dos Deputados, em Brasília. A propaganda de rua e na internet com materiais já pode ser feita a partir desta data.

Com o mote “Do Pantanal ao Congresso Nacional”, o deputado pretende fazer uma campanha propositiva, principalmente com ideias e práticas no poder público que favoreçam a redução das desigualdades sociais em Mato Grosso.

Entre essas propostas, o deputado destaca o acesso e qualidade da educação, saúde, segurança pública, esporte e lazer, cultura, agricultura familiar, geração de emprego e renda e turismo e preservação dos ativos ambientais do Estado.

Propostas para vida real

“Nós precisamos como legisladores atuar com projetos e ideias para a vida real das pessoas. Naquilo que elas mais precisam de imediato para ter dignidade, como trabalho e renda, comida na mesa. Acesso à educação e saúde de qualidade, por exemplo”, aponta Professor Allan Kardec.

Ele lamenta que a possível guerra política, as vaidades e ódio tomem conta da campanha, como já demonstra com o cenário posto. “Temos que ter o dever moral de defender, propor e debater um patamar de política conectada com as necessidades cotidianas das pessoas. Temos que propor e criar mecanismo, por exemplo, para que a produção do agronegócio de Mato Grosso seja industrializada no Estado para gerar emprego e renda”, diz.

“Nosso algodão, que representa quase 70% da produção nacional, tem que ser beneficiado aqui com fiação, tecelagem e confecções. Para justificar benefícios para a população”, reforça o Professor Allan Kardec.

Sobre propaganda eleitoral

Começa nesta terça-feira (16/8) a propaganda eleitoral nas ruas e na internet pelos candidatos, partidos e federações partidárias, com liberação do pedido de voto ao eleitor. Comícios podem ser realizados das 8h às 22h, horário que pode ser prorrogado até meia-noite. A propaganda eleitoral vai até dia 1/10/2022, véspera da eleição.

Até as 22h também podem ser feitas a distribuição de materiais de campanha e a circulação de carros de som. É vedado os chamados “showmícios”. A propaganda de rádio e TV começa dia 26 de agosto.

Também é proibido propaganda por telemarketing e o impulsionamento de conteúdo por apoiadores. Opção legal e válida só por conta cadastrada na Justiça Eleitoral do candidato, partido e federação.

Já a propaganda em sites e redes sociais é permitida, identificada como publicidade, e deve constar o nome do candidato, partido, coligação ou federação partidária para candidaturas majoritárias (Presidente, governo e Senado).

A propaganda eleitoral em jornais e revistas também é permitida com até 10 anúncios, com espaço de ⅛ de jornal e ¼ de revista por edição.

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana