cultura

Veja lista dos projetos classificados do edital Circuito de Mostras e Festivais

Publicados

em

Grupo de Cururu na Festa de Santa Terezinha na região de Poconé | Foto: Marcos Bergamasco

O resultado preliminar do edital Circuito de Mostras e Festivais foi divulgado nesta sexta-feira (27.11) pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel). Com recursos de R$ 3,4 milhões para atender 36 projetos, a seleção pública recebeu ao todo 196 inscrições.

O certame é um dos cinco abertos pela Secel para execução da Lei Aldir Blanc em Mato Grosso e visa promover festivais, mostras, exposições coletivas, seminários, festividades e atividades formativas, desde que dentro de um ou mais segmentos culturais. As ações serão feitas de forma on-line ou ainda presencialmente caso haja possibilidade de segurança sanitária e seja devidamente autorizado pelos órgãos e decretos locais.

Puderam se inscrever eventos com e sem edições passadas. Aos projetos de continuidade estão previstos valores de R$ 100 mil e R$ 200 mil, variando de acordo com o número de produções já realizadas anteriormente. As propostas de mostras e festivais que nunca tiveram edições passadas receberão R$ 50 mil ou R$ 70 mil conforme categoria escolhida no momento da inscrição.

Visando estimular o consumo cultural de pequenos centros urbanos distantes da capital, iniciativas de proponentes residentes em municípios que tenham até 100 mil habitantes receberam pontuação na análise dos critérios para classificação. Além de aspectos norteadores como relevância e efeito multiplicador do projeto, parâmetros sociais e econômicos também garantiram pontuação, dentre eles renda, coletividade, participação de pessoas com deficiência e de proponentes que expressam identidade de gênero feminino.

Para os proponentes que desejam solicitar a reavaliação, o prazo é até terça-feira (01.12), considerando os dois dias para recursos previstos em cronograma. O pedido deve ser feito por escrito com o envio dos itens ou documentos que fundamentam o recurso ao email [email protected] Mais informações sobre pontuação e demais elementos da seleção também devem ser solicitados pelo mesmo endereço de mensagem.

Já o resultado preliminar do edital MT Nascentes precisou ser adiado mais uma vez devido à necessidade de avaliação criteriosa em cerca de 1.200 propostas recebidas. A divulgação da lista de projetos selecionados, classificados e inabilitados ocorrerá no domingo (29.11), conforme retificação.

Serviço

Edital Circuito de Mostras e Festivais

Resultado preliminar: AQUI

Período para recurso: 30/11 e 01/12

E-mail para informações e envio de recurso: [email protected]

Obs.: a lista de projetos selecionados pode variar após o julgamento dos recursos

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

cultura

Museu de Arte Sacra de Mato Grosso irá fabricar réplicas do seu acervo em 3D

Publicados

em

Nesta terça-feira (10.01) será lançada a campanha Museu de Arte Sacra em 3D. O projeto, que é realizado pelo equipamento cultural da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), busca arrecadar recursos para a fabricação das principais obras do museu com a tecnologia de impressão em 3D, e assim, tornar possível e acessível a visitação de pessoas portadoras de deficiência visual, já que as obras poderão ser tocadas com as mãos.

A campanha de financiamento coletivo foi aprovada pelo Edital de patrimônio cultural do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). O processo é bem simples: a cada R$ 1,00 arrecadado, o BNDES investe mais R$ 2,00 triplicando o valor.

Com essência do ganha-ganha, quem colabora recebe uma recompensa de acordo com o valor depositado. Existem diversos kits a partir de R$ 20,00. A meta é arrecadar R$ 42 mil para que esse valor automaticamente triplique.

Os recursos serão usados para compra dos materiais de fabricação, pagamento de equipe, prestadores de serviços, recompensas e custos administrativos.

“O mecanismo é bem interessante, por que além de você colaborar com a iniciativa de fabricarmos um acervo tátil para pessoas com deficiência visual, ofertaremos também uma experiência sensorial completa no Museu para o público, principalmente as crianças, que adoram ver tudo com as mãos”, explica Viviene Lozi, diretora do museu.

A produção das obras em 3D será do Laboratório de Arquitetura e Urbanismo da UFMT (LAB.AU/FABLAB) que irá trabalhar com diversas ferramentas contemporâneas, incluindo as impressoras.

“Acredito que a sociedade mato-grossense será sensível a essa campanha que permitirá aos deficientes visuais conhecerem melhor uma parte muito importante da história de Cuiabá e de Mato Grosso”, declara o professor Mauricio Oliveira, diretor do laboratório.

Para colaborar basta acessar o site da Benfeitoria, uma plataforma segura de mobilização de recursos para projetos de impacto cultural e social, cadastrar-se e escolher o valor. O endereço é  benfeitoria.com/museudeartesacra3d.

A campanha prossegue até o dia 25 de fevereiro.

Mais informações: 65 3056-1373 ou (65) 99965-0319 (watsapp)

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana