ENTRETENIMENTO

Repórter da CNN toma susto com ligação ao vivo e preocupa espectadores; veja

Publicado


source

O repórter da CNN Brasil , Jhonatã Gabriel, não conseguiu continuar com a entrada ao vivo na “Visão CNN” e precisou interromper a transmissão após receber uma informação da emissora. Sem entender muito bem o que aconteceu, o público ficou assuntado com a reação do jornalista, que pediu desculpas antes de sair do ar.

Leia também: William Waack se confunde e chama “Jornal da CNN” de “Jornal Nacional”; assista

Jhonatã Gabriel
Reprodução/CNN Brasil

Jhonatã Gabriel


Correspondente de Salvador, o repórter falava que a Assembleia Legislativa da Bahia aprovou uma lei para que agentes de saúde pública do estado recebam um auxílio emergencial temporário que pode chegar a R$ 30 mil, em parcela única, durante a pandemia do novo coronavírus .

Leia também: CNN estaria de olho em jornalista da Record demitido e trocado por ex-Globo

“Todos os profissionais da rede estadual que trabalham em unidades de saúde do estado e que estejam na linha de frente do combate à Covid-19 na Bahia (serão beneficiados), mas tem alguns critérios. A comprovação do exame deve ter sido feita no Laboratório Central do estado, que é vinculado à Secretaria da Saúde”, começou ele.

Leia mais:  A briga continua! Léo Dias teria vazado novo áudio de Anitta

Em seguida, o jornalista olha para o celular parecendo checar uma informação, mas se atrapalha. “Para receber esse beneficio, a pessoa… Desculpe, acabei de receber uma ligação, inclusive da CNN , mas vamos lá… Para receber este benefício, a pessoa tem que comprovar… Desculpa, gente, desculpa”, finalizou o jornalista.

Os apresentadores Luciana Barreto e Cassius Zeilmann se solidarizaram com Jhonatã. “Vamos esperar então o nosso repórter Jhonatã. Jhonatã, não tem problema nenhum, a gente sabe como é o jornalismo”, disse Luciana.

“Vamos esperar o Jhonatã se recompor, trazer essa notícia. A gente vai com informações do nosso estúdio aqui em São Paulo e a gente volta com a informação lá de Salvador”, completou.

Leia também: Apresentadora da CNN Brasil é diagnosticada com novo coronavírus

A CNN foi procurada para explicar o ocorrido, mas não deu resposta até a publicação desta matéria.


Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
publicidade

ENTRETENIMENTO

Glória Maria relembra episódio de racismo: “Vivi desde sempre”

Publicado


source

No ” Globo Repórter ” de sexta-feira (05), o programa fez uma reedição de um debate histórico exibido pelo programa “Em Pauta”, da GloboNews, com jornalistas negros do grupo Globo, Heral Pereira, Maju Coitinho, Zileide Silva, Flávia Oliveira, Aline Midlej e Lilian Ribeiro, para falar sobre o racismo.

Leia também: Após ser acusada de racismo, Luisa Mell quer ajudar mãe de Miguel Otávio

Gloria Maria
Reprodução/Instagram

Glória Maria


Uma das principais jornalistas da Globo, Glória Maria não participou por estar se recuperando de um tratamento de saúde, mas fez questão de aparecer no programa diretamente da sua casa. “Eu não pude participar porque ainda estou me recuperando de um tratamento de saúde, um tratamento difícil, mas eu superei. E superei também porque de dificuldades, eu entendo desde sempre. Quem nasce orgulhosamente negro, sabe muito bem o que são obstáculos”, disse ela.

Assim como todos os colegas fizeram, Glória também relembrou um episódio de racismo marcando do qual foi vítima.

Leia mais:  "A Fazenda" tem elenco definido e esquema de segurança para estreia em setembro

Leia também: Preta Gil fala sobre intolerância religiosa em live com Teresa Cristina

“Racismo é uma coisa que eu conheço, que eu vivi, desde sempre. E a gente vai aprendendo a se defender da maneira que pode. Eu tenho orgulho de ter sido a primeira pessoa no Brasil a usar a Lei Afonso Arinos, que punia o racismo, não como crime, mas como contravenção. Eu fui barrada em um hotel por um gerente que disse que negro não podia entrar, chamei a polícia, e levei esse gerente do hotel aos tribunais. Ele foi expulso do Brasil, mas ele se livrou da acusação pagando uma multa ridícula. Porque o racismo, para muita gente, não vale nada, né? Só para quem sofre”, relembrou Glória Maria .

Fonte: IG GENTE

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana