campo novo do parecis

Renda

Conheça a evolução do poder econômico no município

Publicados

em


Indicadores de Renda, Pobreza e Desigualdade

 Ano

1991

2000

Renda Per Capita Média (R$ de 2000)

272,1

514,4

Proporção de Pobres (%)

21,0

12,7

Índice de Gini

0,57

0,70

A renda per capita média do município cresceu 89,09%, passando de R$ 272,05 em 1991 para R$ 514,43 em 2000.
A pobreza (medida pela proporção de pessoas com renda domiciliar per capita inferior a R$ 75,50, equivalente à metade do salário mínimo vigente em agosto de 2000) diminuiu 39,75%, passando de 21,0% em 1991 para 12,7% em 2000.
A desigualdade cresceu: o Índice de Gini passou de 0,57 em 1991 para 0,70 em 2000.

Porcentagem da Renda Apropriada por Extratos da População

Ano

1991

2000

20% mais pobre

2,9

2,1

40% mais pobre

9,5

6,6

60% mais pobre

20,8

13,9

80% mais pobre

40,4

26,4

20% mais rico

59,6

73,7

 

 Fonte: PNUD / ATLAS

Comentários Facebook
Propaganda

campo novo do parecis

Justiça eleitoral cassa mandato de prefeito de Mato Grosso

Publicados

em

Prefeito de Campo Novo do Parecis, Rafael Machado | Foto: Click Nova Olimpia

A Justiça eleitoral de Campo Novo do Parecis (400 km da capital) cassou o diploma do prefeito Rafael Machado e do vice, Antonio Cesar Brolio, ambos do PSL, o que significa a perda do mandato e ainda determinou um período de 8 anos de inelegibilidade.  Machado está no segundo mandato e, segundo a denúncia que motivou a cassação, teria usado recursos da Prefeitura para pagar publicidade e propaganda que foram decisivos para a reeleição.

A representação contra o chamado ‘prefeito apresentador’ foi feita pela Coligação ‘É a Vez do Povo’, que reuniu PSC, MDB, DEM, PSDB e PV), informando que no primeiro semestre de 2019 Rafael Machado havia dobrado os gastos com publicidade, na comparação com os anos anteriores. Além disso ele teria adiantado obras fazer propaganda às vésperas do período eleitoral, entre essas obras o recapeamento de uma avenida que sequer tinha buracos.

A decisão da juíza Cláudia Anffe Nunes da Cunha, da 60ª Zona Eleitoral de Campo Novo do Parecis, é de 1ª instância. O prefeito pode recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), e enquanto isso pode continuar no cargo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana