CIDADES

Realizadores da Campanha Natal Solidário anunciam ganhadores da oitava edição

Publicados

em


Os prêmios da campanha Natal Solidário foram sorteados nesta quarta-feira (8), durante live realizada pelos organizadores e apoiadores, na sede da Associação Mato-grossense dos Municípios  – AMM. A edição de 2021 contou com a adesão de 116 municípios e arrecadou cerca de 800 toneladas de alimentos que vão beneficiar aproximadamente 38 mil famílias em Mato Grosso. A campanha foi realizada pelo Instituto Cometa de Cáceres, em parceria com a AMM, Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios-APDM e o Colegiado Estadual de Gestores Municipais de Assistência Social-Coegemas.

O sorteio foi realizado pela loteria federal e contemplou moradores de cinco municípios. O ganhador do carro HB20 Hyundai foi José Dias Oliveira, de Rondonópolis – (Cupom Nº 0/75393). A Motocicleta Honda CG 160 foi para Giovani, de Marcelândia – (Cupom Nº 0/25068). A geladeira foi sorteada para Emanuel Cassian, de Tangará da Serra  – (Cupom Nº 0/97399). A ganhadora do fogão foi Gislene, de Alta Floresta –  (Cupom Nº 0/95711). A TV Smart de 50 polegadas foi para a Casa da Amizade, de Juína – (Cupom Nº 0/20651).

A coordenadora geral da AMM, Juliana Ferrari, que representou o presidente Neurilan Fraga,  ressaltou a importância da iniciativa para ajudar milhares de famílias nos municípios de Mato Grosso. “A campanha foi muito especial e gerou ótimos resultados. Este ano a AMM abraçou a iniciativa e com a ajuda de todos os colaboradores conseguimos arrecadar quase cinco toneladas de alimentos. Temos um sentimento de muita gratidão por todos que os que participaram ativamente, mobilizando, arrecadando e contribuindo para transformar a mesa de muitas famílias”, assinalou.

A presidente do Instituto Cometa, Rosimari Ribeiro, que representou o ex-prefeito Francis Maris, idealizador da iniciativa, disse que mesmo com todas as dificuldades, a oitava edição da campanha foi um sucesso. “A pandemia paralisou a maioria dos projetos sociais, mas não paralisou nossa solidariedade. Aos ganhadores, parabéns e obrigada por terem participado. Que em 2022 possamos estar juntos e continuar com nossa jornada solidária e fazer muito mais do que fizemos esse ano”, salientou.  

A presidente da Associação para o Desenvolvimento Social dos Municípios-APDM, Scheila Pedroso, também destacou o alcance social da campanha e parabenizou as instituições realizadoras e parceiras que se mobilizaram para o sucesso da iniciativa.  “Os municípios estão participando e vamos fazer a entrega dos alimentos para o Natal. A campanha fará a diferença para muitas famílias”, frisou.  

Com o tema ‘Ajude a Construir um Natal Mais Solidário’, a campanha avançou dentro de um cronograma cumprido pelos municípios, desde o seu lançamento em abril em Cuiabá. O projeto recebeu a adesão de 116 municípios de diferentes regiões do Estado que realizaram parcerias com os estabelecimentos comerciais e instituições locais, visando a arrecadação dos alimentos para atender as comunidades em situação de vulnerabilidade.

A participação dos municípios ocorreu por meio de um termo de parceria, assinado pelos prefeitos e o Instituto Cometa. As prefeituras tiveram um longo período de arrecadação dos alimentos nos municípios e as Secretarias de Assistência Social ficaram responsáveis pela organização e a distribuição dos alimentos em cada município.

A campanha chegou a sua 8ª edição com o objetivo de arrecadar alimentos para serem distribuídos. A cada ano, a iniciativa promovida pelo Instituto Cometa vem evoluindo, com as parcerias de entidades, clubes de serviços e empresas. Conforme o calendário, após o sorteio, a distribuição das cestas básicas será realizada até o dia 22 de dezembro em cada município.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Propaganda

CIDADES

Municípios recebem terceira parcela do FPM e encerram o mês com acréscimo de 24% no repasse

Publicados

em


As três parcelas do Fundo de Participação dos Municípios – FPM de janeiro totalizam R$ 243.778.821,79 que representam acréscimo de 24,42 % se comparado com o mesmo período do ano passado, quando os municípios receberam R$ 195.937.445,43. O terceiro repasse do Fundo às prefeituras este mês será efetuado nesta sexta-feira (28) e soma R$ 87.262.525,75. O levantamento foi feito pela equipe técnica da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM que semanalmente acompanha a arrecadação das prefeituras. 

Em âmbito nacional, o terceiro decêndio deste mês será  de R$ 3.788.816.577,55 para os municípios brasileiros, já descontada a retenção do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

O presidente da AMM, Neurilan Fraga, disse que o FPM é muito importante para compor a receita municipal e que o acréscimo é positivo, considerando a grande quantidade de compromissos que as prefeituras possuem. “As transferências constitucionais são imprescindíveis para que os municípios atendam as incontáveis demandas locais. Mas embora tenha havido aumento no repasse do FPM neste mês de janeiro, é importante que os prefeitos façam um bom planejamento para a aplicação dos recursos, pois ainda vivemos em um cenário de incertezas na economia que podem se refletir na arrecadação ao longo do ano”, frisou.

O FPM é composto de 22,5% da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).  Além do repasse habitual, realizado nos dias 10, 20 e 30 de cada mês, os municípios também recebem parcelas extras de 1% do Fundo, anualmente, nos meses de julho e dezembro. Ano passado foi aprovado no Congresso Nacional o adicional de 1% do FPM no mês de setembro. O recurso será transferido, inicialmente, de maneira gradual, começando com 0,25% em 2022 até alcançar o total de 1% em 2025.

Assim como a maioria das receitas de transferências constitucionais, o FPM não apresenta distribuição uniforme ao longo do ano. Além disso, do total repassado aos municípios brasileiros, as grandes cidades ficam com a maior parte dos recursos.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana