POLÍTICA MT

Queimadas será um dos temas debatidos entre comissão da AL e comandante do CBM-MT

Publicado

A Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) vai realizar reunião remota com a participação do comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBM-MT), coronel Alessandro Borges, nesta terça-feira (11.08), às 11h, na Casa de Leis. O encontro será presidido pelo deputado estadual Delegado Claudinei (PSL).

Uma das pautas na reunião será sobre os incêndios florestais que ocorrem em Mato Grosso. “Temos ciência de que, durante o período proibitivo de queimadas, colocar fogo em áreas rurais é crime sob pena de prisão e pagamento de multa. Neste período de seca, infelizmente, o fogo se prolifera e pode chegar a ficar fora do controle os incêndios provocados pela ação antrópica. Sem contar as interferências climáticas. A presença do comandante Borges nos dará um norte de como está atuação da instituição no combate a essa problemática ambiental e social”, posiciona o deputado Claudinei, que é presidente da Comissão de Segurança Pública.

Deputado delegado Claudinei

Na oportunidade, também serão debatidas outras frentes de trabalho do CBM- MT, apresentação de trabalhos e projetos desenvolvidos pela instituição, como, também, as principais dificuldades enfrentadas pela Cooperação e outros assuntos relacionados. Conforme o contexto apresentado, os integrantes da comissão vão avaliar as possíveis contribuições por parte da Casa de Leis junto à Secretaria de Estado de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT).

Em relação às normas estabelecidas pela Casa de Leis devido à Covid-19, o local da reunião ocorrerá na sala de reuniões “Deputada Sarita Baracat” – por meio de videoconferência. A transmissão ocorrerá pela TV Assembleia via satélite, pelos canais 30.1 e 30.2 (aberto HD Digital), 330.2 (Sky HD), 10 (Net TV) e 16 (a cabo) com abrangência para atender todo o estado de Mato Grosso.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA MT

TVAL e Seduc ampliam horário de transmissão de vídeo-aulas

Publicado


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Estudantes da rede estadual de ensino terão uma hora a mais de aula na grade da TV Assembleia (TVAL). O acordo foi firmado na segunda-feira (19), durante reunião da equipe técnica da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), com a secretária de Comunicação, Rosimeire Felfili e com o superintendente da TVAL, Jaime Neto.

Dessa forma, a partir da próxima semana, as aulas do projeto “Pré-Enem Digital Gold – Porque Nossos Alunos Valem Ouro”, lançado na última sexta-feira (16), pela Seduc, vão ajudar os 15 mil alunos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano. Conforme o secretário-executivo da Seduc, Alan Porto, eles representam 45% dos 33 mil alunos matriculados no Ensino Médio da rede pública. O objetivo é motivar os 55% restantes, ou pelo menos alcançar 70%.

O intensivão começa dia 26 de outubro e segue até janeiro com transmissão pela TV Assembleia. Já as aulas presenciais serão realizadas em quatro cidades polos do Estado: Cuiabá, Tangará da Serra, Rondonópolis e Sinop, com início para o dia 7 de novembro.

Durante a reunião, além da ampliação da carga horária, também mencionaram a intensão de um canal exclusivo para transmissão das vídeo-aulas, nos moldes de uma TV Escola. Assunto que foi esclarecido por Jaime Neto devido aos critérios exigidos à concessão do espaço.

Em decorrência da pandemia, a parceria entre Seduc e TVAL foi firmada no semestre passado e vem sendo a redenção de milhares de alunos, que assistem as vídeo-aulas das 7 às 8 horas com reprise das 20 às 21 horas, horários que serão ajustados para o intensivão.

Alan Porto explicou a importância do Pré-Enem Digital Gold, que vai ampliar a carga horária da transmissão pela TV Assembleia com aulas ao vivo e gravadas de Redação, Língua Portuguesa, Ciências Humanas e Matemática. “A ideia é impulsionar e motiva-los para que em janeiro possam participar do Enem”, informou Porto, ao acrescentar que além das aulas presenciais, também estarão disponíveis nos canais facebook e youtube.

“Agora, vamos construir as condições para a tv escola. Sabemos que é uma situação mais burocrática e precisa cumprir algumas regras. Então, a partir de agora, vamos trabalhar para que no futuro tenhamos uma tv escola que, tenho certeza, que o capital social vai ser de grande relevância e o resultado excelente”, afirmou o secretário.

Botelho garantiu empenho nas ações para contribuir com parceiras importantes como essa. “Já temos uma parceria com a Secretaria de Educação, já estamos cedendo horário para beneficiar milhares de alunos. Agora, estamos estudando a possibilidade de criar dentro da estrutura da TV Assembleia uma faixa [no horário] para fazer uma escola permanente. Vamos trabalhar para que a partir do ano que tenhamos essa tv escola do estado de Mato Grosso”, assegurou o presidente.       

A TV Assembleia é transmitida pelos canais 30.1 e 30.2 (aberto HD Digital), 330.2 (Sky HD), 10 (Net TV) e 16 (a cabo). Também participaram Deise Catanante, assessora adjunta da Gestão Educacional; Irene Costa, coordenadora de curriculum; Isaltino Barbosa, coordenador Ensino Médio e Amauri Fernandes.

 

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana