mato grosso

Qualificações da Escola de Governo crescem 366% em dois anos

Publicados

em


O número de servidores capacitados pela Superintendência da Escola de Governo, unidade ligada à Secretaria de Planejamento e Gestão, cresceu 366% em dois anos. No total, 28.379 qualificações foram realizadas nos anos de 2019 e 2020. Somente neste ano, o desempenho bateu recorde e foi o maior entre os registros da Superintendência, totalizando 23.387 certificações em 10 meses.

“A pandemia fez de 2020 um ano atípico, inclusive para a Escola de Governo. O período fez crescer a demanda por qualificações. O salto foi de 468% quando comparado com 2019. Ao todo, 64 cursos nas modalidades digital/remoto, corporativo, a distância e presencial foram ofertados aos servidores do Executivo estadual neste ano, com boa ou ótima avaliação dos servidores”, explicou o superintendente da Escola de Governo, Josué Ribeiro.

Um dos fatores determinantes para esse aumento foi a Instrução Normativa n° 08/2020 publicada pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), em abril deste ano.

A medida estabeleceu que, enquanto durar o período da pandemia, os servidores públicos do grupo de risco, em teletrabalho e revezamento, deverão participar de cursos de capacitação profissional para a complementação da jornada de trabalho e aperfeiçoamento técnico na prestação de serviços.

Com a queda do número de casos da Covid-19 no Estado, a normativa foi reconfigurada e segue vigente somente para os servidores do grupo de risco – ainda mantidos pelo Governo em teletrabalho -, que se enquadram no Decreto n° 658/2020.

Outro fator que contribuiu para o salto dos números da Escola de Governo foi a crescente demanda de servidores do interior do Estado por qualificações na modalidade Ensino a Distância (EAD). Atualmente, 54% do total das inscrições para o EAD correspondem ao interior.

Por conta da grande procura, a Superintendência registrou um crescimento de 641% do número de vagas ofertadas para cursos a distância em 2020. Até outubro deste ano, 8.183 vagas foram disponibilizadas, ante as 1.276 no mesmo período de 2019.

De acordo com o titular da Seplag, Basílio Bezerra, os projetos que vêm sendo executados pela Escola de Governo possuem grande aderência com a política de gestão de pessoas deste Governo.

“Os números refletem a tônica desta gestão que é promover a eficiência da administração pública e, nesse sentido, é essencial elevar a qualificação do servidor na prestação de serviços públicos para a sociedade. Mesmo em tempos adversos, como o da pandemia, não podemos deixar de oportunizar a atualização de conhecimentos tão necessária ao desenvolvimento profissional de nossos servidores”, disse.

Basílio destacou, ainda, que a mudança da sede da Escola de Governo para um prédio próprio e próximo dos servidores só trouxe melhorias, como uma melhor ambiência aos ocupantes do espaço e facilidade de acesso para funcionários e alunos.

Os ganhos também foram econômicos e na ordem de R$ 800 mil ao ano com a não repactuação do contrato de aluguel e de outras despesas, como limpeza e segurança patrimonial, além de facilitar o acesso aos servidores da Escola e participantes de cursos de qualificação.

Após ocupar por 15 anos um prédio alugado, a Escola de Governo se encontra hoje em endereço fixo dentro do Complexo Paiaguás. A mudança para sede própria só foi ocorrer em outubro de 2019 durante a gestão Mauro Mendes.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Propaganda

mato grosso

Sábado (27): Mato Grosso registra 250.526 casos e 5.786 óbitos

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (27.02), 250.526 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.786 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 557 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 250.526 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.771 estão em isolamento domiciliar e 234.677 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 392 internações em UTIs públicas e 361 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 87,11% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (53.656), Rondonópolis (19.387), Várzea Grande (15.878), Sinop (12.883), Sorriso (10.302), Tangará da Serra (9.981), Lucas do Rio Verde (9.332), Primavera do Leste (7.419), Cáceres (5.545) e Nova Mutum (5.064).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

O documento ainda aponta que um total de 215.765 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 890 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (26), o Governo Federal confirmou o total de 10.455.630 casos da Covid-19 no Brasil e 252.835 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.390.461 casos da Covid-19 no Brasil e 251.498 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (27).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana