AGRO & NEGÓCIO

Prosa Rural – A árvore certa para o sistema de ILPF

Publicados

em


Maio/2021 – 3ª semana – Região Centro-Oeste/Sudeste

O Prosa Rural desta semana destaca a importância da escolha da árvore certa para o sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF). Os pesquisadores Davi José Bungenstab e Valdemir Antônio Laura, ambos da Embrapa Gado de Corte, trazem orientações técnicas essenciais para o produtor que deseja investir neste sistema sustentável, que integra atividades agrícolas, pecuárias e florestais em uma mesma área. Para saber mais, não perca o Prosa Rural. O Prosa Rural é o programa de rádio da Embrapa!

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Propaganda

AGRO & NEGÓCIO

Embrapa Amapá atualiza técnicos do Ideflor sobre produção de mudas de castanheira

Publicados

em


Técnicos de vários municípios da região oeste do Pará participaram, na última quinta-feira, 17/6, da reunião técnica on line de atualização das inovações tecnológicas para produção e mudas de castanheira (Bertholletia excelsa), promovida pela Embrapa Amapá em parceria com a gerência regional do Baixo Amazonas do Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do Estado do Pará (Ideflor-Bio).

Árvore símbolo da floresta amazônica, a castanheira é uma das principais espécies do extrativismo da região, e representa uma importante fonte de renda para milhares de famílias agroextrativistas. Possui valor econômico no mercado nacional e internacional e também tem importância na composição de sistemas agroflorestais. A espécie é uma das mais altas da Amazônia, podendo chegar até a 50 metros. “O objetivo principal desta articulação e a realização deste nivelamento é promover a troca de informações entre profissionais das áreas técnicas de produção de mudas de castanheiras de diferentes municípios do Pará e Amapá”, destacou o analista de transferência de tecnologias da Embrapa Amapá, Walter Paixão.  

De acordo com o gerente do Escritório Regional Baixo Amazonas II, do Ideflor-Bio, Jorge Braga, esta reunião de nivelamento deu continuidade a uma programação de transferência de tecnologias, que incluiu anteriormente conhecimentos sobre análises de solos e a cadeia produtiva do açaí. “Este é o terceiro evento técnico que realizamos em parceria com a Embrapa, e envolvemos a participação direta dos nossos técnicos de vários municípios de atuação do Ideflor, como Almeirim, Porto de Moz, Prainha, Monte Alegre, Alenquer, Óbidos, Oriximiná e Santarém, que são de abrangência da região da Calha Norte”.    

O pesquisador engenheiro florestal Marcelino Guedes, da Embrapa Amapá, conduziu a reunião a partir da programação focada no resumo das pesquisas com castanheiras, seleção de matrizes e coleta de material reprodutivo, clonagem e sementes, etapas fundamentais para a produção de mudas, escarificação para facilitar o descascamento e desinfecção, produção de mudas a partir do armazenamento de sementes no ouriço, produção em mini-estufas, cuidados na condução das mudas e plantio em campo, e manejo da regeneração natural por meio da tecnologia Castanha na Roça.

O chefe de Transferência de Tecnologias da Embrapa Amapá, Jô de Farias Lima, fez a abertura do evento ressaltando a importância da articulação para o desenvolvimento do extrativismo da castanha nos Estados da Amazônia Legal. A reunião foi apresentada pela analista de comunicação da Embrapa Amapá, Aline Furtado.    

O Ideflor-Bio é um órgão do Governo do Pará que faz a gestão das florestas públicas visando a produção sustentável e a preservação da biodiversidade, incluindo entre suas funções a gestão da política estadual para produção e desenvolvimento da cadeia florestal; e a execução das políticas de preservação, conservação e uso sustentável da biodiversidade, da fauna e da flora terrestres e aquáticas no Estado.

Saiba mais:

Link da gravação da reunião: https://youtu.be/nD4oYf-b694

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana