Cuiabá

Projetos desenvolvidos na rede auxiliam no desenvolvimento das crianças

Publicados

em


Jorge Pinho

Clique para ampliar

Como parte das atividades da Semana do Meio Ambiente, a Creche São Mateus está desenvolvendo o projeto Curiosos por Natureza. Com duração de quatro semanas, com início no dia 31 de maio, quando os pais foram na unidade buscar os kits, o projeto prossegue  até o dia 26 de junho. As atividades estão acontecendo de forma remota, com aulas gravadas,  elaboradas de acordo com as Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e a política do Município –  Escola Cuiabana, e adaptadas a realidade dos alunos e a faixa etária de cada turma. A Creche São Mateus, localizada no bairro de mesmo nome, atende 114 crianças/estudantes da Educação Infantil,  1ª infância (Crianças bem pequenas de 1 ano a 3 anos e 11 meses), nas modalidades  Maternal, Jardim I e Jardim II.

Andrea de Oliveira Andrade, Técnica de Desenvolvimento Infantil (TDI), idealizadora do projeto, contou que o Curiosos por Natureza é uma complementação do projeto Brincando na Rede. “As crianças, junto com a família, estão confeccionando seus próprios brinquedos em casa com sucatas como caixa de ovos e rolinhos de papel higiênico. Trabalhamos também o fato de que as crianças são curiosas por natureza”, explicou a educadora.

Nos kits montados pelas educadoras as crianças encontram diferentes materiais como folhas, terra, caixas de ovos, rolinho de papel higiênico, barbante, terra preta, semente de plantas, tintas, tampinhas, algodão, giz de cera, pó de serra, isso porque em algumas casas os quintais são cimentados. “As crianças  precisam sentir, tocar, experimentar e vivenciar. Então veio a ideia dos kits para quem não tem esses recursos. A ideia é de que as crianças desenvolvam sua autonomia, aprendam a importância da preservação do meio ambiente, e também adquiram um censo critico”, explicou Andrea.

Atividades

De acordo com o planejamento pedagógico, as crianças estão trabalhando com temas como preservação da natureza e o lixo, animais, plantas e bichinhos do jardim.

O projeto orienta que todas as atividades sugeridas podem ser trabalhadas com musicalidade, contação de histórias, brincadeiras, jogos, teatros, fantoches, dedoches, aquarelas, bonecos dentre outros.

Na primeira semana, no tema preservação da natureza, o objetivo é explicar quais os benefícios de algumas plantas, incentivar a família a plantar uma árvore, construir um brinquedo com materiais recicláveis e ainda realizar junto com os familiares uma gincana da separação de materiais recicláveis como: latinha e garrafas pet.

Na segunda semana, o tema é animais e as crianças vão apresentar figuras e fantoches dos animais, os sons que eles produzem, do que se alimentam, como vivem, se são domésticos ou silvestres.

Na terceira semana, sobre as plantas, as crianças vão apresentar as plantas, suas partes, a importância de seus frutos na nossa alimentação e suas cores.

Na quarta semana, sobre bichinhos do jardim, com o auxílio da família, a criança vai explorar o quintal ou o jardim de casa para descobrir formigas, borboletas, joaninhas, grilos, minhocas, abelhas, centopeias, caracóis, libélulas e outros.  O desafio será construir borboletas e outros bichos usando folhas e galhos, secos ou verdes.

A coordenadora pedagógica da Creche São Mateus, Jucilene Campos de Almeida da Silva, falou sobre o projeto. “Com as atividades propostas nos projetos Brincando na Rede e Curiosos por Natureza a ideia é de que as crianças tenham a percepção do mundo físico, testando o que sabem, tocando, ouvindo, observando, elaborando hipóteses e procurando respostas as suas indagações. Os projetos estimulam a observação, experimentação, manipulação, e são enriquecidos com conversas e ilustrações. Dessa forma elas adquirirem a consciência do contexto em que vivem e se esforçam para entender por meio da interação”, destacou ela.

Resultados

A dedicação dos profissionais tem trazidos ótimos resultados. A participação das crianças e seus familiares ou responsáveis nas atividades remotas, na unidade, alcançou o índice de 90% de devolutivas. “As educadoras são responsáveis por acompanhar pequenos grupos de alunos e seus pais, semanalmente. O índice de devolutivas tem demonstrado uma grande participação e o desenvolvimento dos nossos estudantes”, disse Jucilene.

Adriana da Costa Siqueira, mãe da Ananda Maria, 3 anos, matriculada no Jardim I, é um exemplo disso. Por conta da pandemia, Adriana ficou desempregada. Com isso ela decidiu acompanhar mais de perto a evolução da Ananda.

“Essa creche é maravilhosa. Todas as atividades, todo o apoio que dão aos pais, a entrega do Kit da Alimentação Escolar, tem nos ajudado muito e o carinho que as tias demonstram com as nossas crianças. Minha filha, em pouco tempo na creche tem se desenvolvido muito. Esse é o primeiro ano da Ananda e, desde o início das aulas, estamos recebendo atividades e acompanhamento dos profissionais”, ressaltou.

Chamada para buscar o kit do projeto Curiosos por Natureza, Adriana aproveitou para buscar também o Kit da Alimentação Escolar.

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Reeducando prestam serviços para Prefeitura de Cuiabá e veem oportunidade de recomeço

Publicados

em


Assessoria

Clique para ampliar

Homens e mulheres que cumprem pena no Sistema Penitenciário de Mato Grosso passaram a nutrir o sentimento de esperança, a partir das oportunidades ofertadas por meio de um convênio firmado entre a Prefeitura de Cuiabá e a Fundação Nova Chance (Funac). Desde o mês de junho, um grupo de reeducandos está atuando nas atividades de limpeza e manutenção das vias e praças públicas da cidade.

A parceria conta ainda com as participações da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (SEJUDH) e da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP) e tem como objetivo contribuir com o processo de ressocialização dessas pessoas por meio do trabalho. Neste momento, são 65 recuperandos atendidos com a iniciativa, sendo 33 homens e 32 mulheres. A previsão é de que esse número chegue até a 120.

“No último mês renovamos o convênio e agora já contamos com um grupo de reeducandos trabalhando em diversas atividades de serviços urbanos. O prefeito Emanuel Pinheiro foi quem deu o primeiro passo nessa iniciativa, por entender que a Prefeitura também deve contribuir na reinserção social dessas pessoas”, explica diretor-presidente da Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb), Vanderlúcio Rodrigues.  

Os serviços prestados são os de paisagismo, jardinagem, pintura, limpeza de logradouros públicos, dentre outros. Rosana Oliveira é uma das reeducandas que vê no projeto uma oportunidade de transformação. ‘’É uma ação muito boa. Muitos acham que não merecemos mais nenhuma oportunidade de recomeçar. Mas, nós queremos essa segunda chance, para seguir em um novo caminho”, relata.

Desde 2017 o prefeito Emanuel Pinheiro vem fortalecendo essa política de inclusão envolvendo reeducandos do Sistema Penitenciário de Mato Grosso. Nesse período, mais de 600 pessoas foram beneficiadas com esse projeto no Município. Todos os contemplados cumprem uma carga horária de 44 horas semanais, sendo oito horas de prestação de serviço de segunda a sexta-feira e, no máximo, quatro horas aos sábados.

Os recuperando selecionados para a prestação do serviço à Prefeitura recebem pelo trabalho a remuneração de R$ 1.100, equivalente a um salário mínimo. O valor pago é dividido em duas partes iguais. Dessa forma, uma cota tem como destinação uma caderneta de poupança, para ser entregue ao condenado quando posto em liberdade, e a outra é repassada para a família, como forma de assistência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana