Várzea Grande

Projeto Paz e Segurança na Comunidade Escolar vai atender 10 escolas no segundo semestre

Publicados

em


O cronograma do Projeto “Paz e Segurança na Comunidade Escolar” prevê o atendimento a 10 escolas da rede municipal no segundo semestre deste ano. As atividades do projeto se iniciaram na manhã desta sexta-feira, 10 de setembro, na “EMEB Tenente Abílio da Silva Moraes”.

O projeto realizado pela Secretaria Municipal de Defesa Social em parceria com a Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer tem o objetivo de desenvolver nos alunos valores importantes para a formação de sua capacidade moral, intelectual e social, com foco à paz e não à violência.

As ações do projeto são baseadas em palestras educativas que abordam os temas: Pandemia (Biossegurança), Pedofilia (Gravidez precoce, DST’s, Abuso Sexual), ECA (Estatuto da Criança e Adolescentes), Bullying/ Ciberbullying, e Prevenção do Álcool e outras drogas, com a palestrante, professora Márcia Maria de Souza Oliveira.

Este ano, em decorrência da continuidade da pandemia do novo Coronavírus, as palestras serão realizadas para alunos que estão frequentando a escola no sistema de ensino híbrido. As ações estão sendo feitas observando todos os protocolos de biossegurança, com o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento seguro.

O professor José Vieira, coordenador do projeto junto a SMECEL explica que este o projeto teve início em 2017 com resultados positivos na mudança de comportamento dos alunos nas unidades escolares. “Estas ações desenvolvidas pela Guarda Municipal junto às escolas são importantes para a conscientização dos nossos alunos, principalmente aqueles que vivem em situação vulnerabilidade social. O objetivo principal desse trabalho é contribuir para a segurança e a formação dos alunos da rede pública, aumentando cada vez mais os laços de cooperação entre a instituição de segurança municipal e a secretaria de Educação, além da mudança de comportamento desses jovens junto ao convívio familiar e amigos, evitando assim conflitos e violência no meio em que vivem”, disse o professor.

Neste segundo semestre, o projeto vai atender as escolas: EMEB “Tenente Abílio da Silva Moraes”, EMEB “Profª Lúcia Leite Rodrigues”, EMEB “Benedita Bernardina Curvo”, EMEB “ Lenine de Campos Póvoas”, EMEB “Senhora Dirce Leite de Campos”, EMEB.” Profª Líbia da Costa Rondon”, EMEB “Joaquim da Cruz Coelho”, EMEB “Faustino Antônio da Silva, EMEB “Julio Domingos de Campos” e EMEB “Rita Auxiliadora de Campos Cunha”.

Comentários Facebook
Propaganda

Várzea Grande

Várzea Grande será sede da XVIII Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITECI) dará início nesta terça-feira (19.10) a XVIII Semana Nacional da Ciência e Tecnologia (SNCT). A abertura será realizada às 8h, no Centro Universitário de Várzea Grande (UNIVAG), e segue até o próximo dia 21 de outubro, podendo ser acompanhada de forma presencial ou também pelo endereço – www.tecmt.com.br.

O evento é realizado em parceria com o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Com o tema “A transversalidade da Ciência, Tecnologia e Inovações para o Planeta”, a Semana tem como foco principal a popularização das áreas junto à sociedade.

A abertura contará com a presença do secretário da SECITECI, Nilton Borgato, da coordenadora-geral de Popularização do Ministério de Ciência e Tecnologia (MCTI), Silvana Copceski, como também a presença de reitores, professores, alunos, empresas, gestores municipais, secretários, pesquisadores, entre outros participantes.

Na parceria, cada estado assume a coordenação local do evento, articulando estratégias eficientes para a aproximação do público alvo, instituições de ensino, alunos, gestores públicos e outros setores com potencial para agregar e difundir a ciência. O espaço também é utilizado para a divulgação cientifica de novos projetos, com linguagem acessível e o estimulo necessário para que toda a sociedade desperte o interesse pela ciência, reconhecendo inclusive, no cotidiano, a aplicação prática de soluções geradas para atender a população.

Outro ponto estratégico é a divulgação da contribuição dada pela ciência e tecnologia na redução das desigualdades sociais, no combate à pandemia da COVID-19, e sobre o impacto das novas tecnologias na promoção da qualidade de vida da população.

O evento também contará com atividades simultâneas, como o “Circuito Itinerante da Ciência de Mato Grosso – MT Ciências” (Carreta da Ciência), Maratona Teen, Hackathon SECITECI, Show de Ciência, Palestras, Jogos, Desafios, Oficinas, Vídeos Científicos, Exposição de Projetos selecionados da XIII Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, além de vitrines tecnológicas promovidas pelas instituições parceiras.

A XVIII Semana Nacional é uma realização do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECITECI), e a participação de parceiros como a Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Escolas Técnicas Estaduais, Instituto Federal de Mato Grosso (IFMT), a Secretaria de Estado de Educação (SEDUC), Secretaria de Estado de Esporte, Cultura e Lazer (SECEL), Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE), Secretarias Municipais de Educação, Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (FAPEMAT) e Instituto FARMUN.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana