POLÍTICA NACIONAL

Projeto isenta de IPI secador de cabelo profissional

Publicado


O Projeto de Lei 785/20 isenta do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) secadores e outros aparelhos para arranjo do cabelo utilizados por cabeleireiros profissionais.

O texto prevê a criação de uma exceção na tabela de incidência do imposto para diferenciar os produtos de uso pessoal daqueles de uso profissional. Atualmente, as ferramentas de uso profissional e doméstico possuem a mesma carga tributária de 20% de IPI.

A proposta, do deputado Rubens Bueno (Cidadania-PR), tramita na Câmara dos Deputados.

Pablo Valadares/Câmara dos Deputados
Reunião ordinária para votação do parecer do relator, dep. Samuel Moreira (PSDB-SP). Dep. Rubens Bueno (CIDADANIA - PR)
Rubens Bueno: mercado de beleza é um dos mais dinâmicos, mas cabelereiros desistem de empreender devido aos investimentos altos

O parlamentar argumenta que o mercado de beleza e estética é um dos mais dinâmicos da economia brasileira, com os salões de beleza desempenhando um importante papel.

“São mais de 600 mil estabelecimentos em todo o País. No entanto, inúmeros cabelereiros desistem de empreender ao consultar os investimentos necessários para abrir ou manter o seu salão. Para mitigar essa dificuldade, uma das medidas mais importantes seria a distinção da tributação sobre produtos industrializados de equipamentos de uso doméstico e de uso profissional”, defende Bueno.

Se for aprovada e virar lei, a medida só valerá depois que o Poder Executivo estimar a renúncia fiscal decorrente do benefício e incluí-la no projeto de lei orçamentária.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Noéli Nobre
Edição – Ana Chalub

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Derrotado no Rio, Crivella agradece apoio de Bolsonaro: “Contrariou a maré”

Publicado


source
crivella e bolsonaro
Reprodução/Internet

Jair Bolsonaro e Marcelo Crivella

Derrotado  por Eduardo Paes (DEM) nas eleições desde domingo (29), o atual prefeito do Rio de Janeiro , Marcelo Crivella  (Republicanos) fez questão de agradecer o apoio que recebeu do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) durante a campanha tentando a reeleição.


“Não poderia deixar de agradecer ao presidente Jair Bolsonaro, um apoio tão honrado. Mesmo com todas adversidades, nos apoiou, esteve ao nosso lado, deu declarações, pediu aos seus deputados bolsonaristas que marchassem conosco. Não foi, vamos dizer assim, na maré, contrariou a maré porque tinha convicção de que eu e minha vice eram a melhor opção pra cidade do Rio. E isso me honra muito”, disse.

Crivella disse estar triste pelo resultado, mas não se sentindo derrotado.

“Lembro a todos de que a vida pública tem disso. Essa é a oitava eleição: a gente ganha, a gente perde, mas não somos derrotados jamais. Porque só é derrotado quem perde a fé em Deus”, comentou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana