POLÍTICA NACIONAL

Projeto destina recursos de Fundo de Meio Ambiente para proteção animal

Publicado


O Projeto de Lei 5015/20 permite a destinação de recursos do Fundo Nacional de Meio Ambiente para a proteção animal. A proposta é do deputado Célio Studart (PV-CE) e tramita na Câmara dos Deputados.

Vinícius Loures/Câmara dos Deputados
Seminário - Tema:
Célio Studart, autor da proposta

O texto acrescenta a previsão à Lei do Fundo Nacional do Meio Ambiente. Tal fundo tem o objetivo principal de desenvolver projetos que visem ao uso racional e sustentável de recursos naturais. Entre as aplicações prioritárias dos recursos, estão as unidades de conservação, a educação ambiental e a recuperação de áreas degradadas por acidentes ou desastres ambientais.

Célio Studart explica que a medida contribuirá para a manutenção de santuários e abrigos que acolhem e cuidam de animais vítimas de maus-tratos. “Tais entidades geralmente operam com recursos escassos, dependendo de doações para sobreviver. Infelizmente, em razão da falta de meios, muitas acabam encerrando as atividades”, lamenta o parlamentar.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Reportagem – Noéli Nobre
Edição – Ana Chalub

Comentários Facebook
publicidade

POLÍTICA NACIONAL

Senado aprova aumento de penas para fraudes eletrônicas

Publicado


O Senado aprovou hoje (25) projeto de lei (PL) que aumenta penas para quem comete fraudes eletrônicas. O código penal prevê o crime de furto como passível de pena de um a quatro anos. De acordo com o texto, as penas podem ir de três a seis anos de reclusão para quem cometer crimes de furto usando meios eletrônicos ou informáticos. O projeto segue para a Câmara dos Deputados.

O projeto é de autoria de Izalci Lucas (PSDB-DF). Segundo Izalci, a pandemia da covid-19 fez crescer a incidência desse tipo de crime no país e atingiu, inclusive, os beneficiários do auxílio emergencial. Izalci havia proposto uma previsão de pena maior, de quatro a oito anos, mas foram reduzidas no relatório aprovado em plenário.

O texto ainda acrescenta hipótese de agravamento da pena de crime contra a honra quando cometido usando a internet. O PL tipifica o crime de “invasão de dispositivo informático” como a conduta de obter, adulterar ou destruir dados ou informações sem autorização do usuário do dispositivo ou instalar vulnerabilidades para obter vantagem ilícita.

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana