mato grosso

Projeto de aluno sobre aplicativo para análise meteorológica é contemplado com bolsa de iniciação científica

Publicado


O projeto Tempo do Agro: Aplicativo de análise meteorológica para operações na lavoura, do aluno Hugo Luís Gomes de Souza, foi um dos finalistas da 17ª Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (MECTI), na categoria Economia Criativa, e foi contemplado com bolsa de Iniciação Científica Junior.

Hugo Luís é aluno do 2° ano do ensino médio da Escola Estadual Desembargador Milton Armando Pompeu de Barros, localizada no município de Colíder (a 634 quilômetros de Cuiabá).

A bolsa, ofertada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) e pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat), terá duração de 12 meses.

Segundo a professora e orientadora, Linney Chrissie Konno Piton Pereira, o aluno sempre está engajado em projetos e olimpíadas escolares e a ideia do projeto em elaborar um aplicativo (app) para auxiliar o produtor no monitoramento do clima, foi uma proposta que partiu dele, ela só o orientou no processo de construção.

O estudante desenvolveu todo o app em linguagem de programação Java. A proposta foi criar um app com valor comercial acessível e prático que obtivesse dados climáticos por satélites, através de um smartphone com acesso à internet. A partir desses dados o produtor seria informado se as condições climáticas estariam adequadas para aplicação de defensivos ou para os preparativos da colheita, evitando o risco de incêndios, melhorando a produção, diminuindo os insumos, facilitando e viabilizando as tecnologias do campo.

“O objetivo do projeto foi fazer acontecer a revolução tecnológica 4.0 no agronegócio e atingir os pequenos produtores, levando a tecnologia para o campo com facilidade e menor custo, oportunizando com essas ferramentas o aprimoramento do agronegócio no nosso estado e nosso país”, explica a professora.

A professora lembra que o aluno ficou muito feliz em ter participado, principalmente pela oportunidade de ter trocado experiência com profissionais especializados na área do agronegócio, os quais contribuíram com ideias para aprimorar seu aplicativo. “Agora, o aluno Hugo terá uma caminhada com a Iniciação Científica Junior”, concluiu.

 

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
publicidade

mato grosso

Todos os municípios de Mato Grosso apresentam risco baixo de contaminação da Covid-19

Publicado

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta quinta-feira (03.12) o Boletim Informativo nº 270 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

Nesta edição do Boletim, os 141 municípios do Estado configuram na classificação de risco baixo de infecção pelo coronavírus, conforme mostra documento a partir da página 12.

Esse status já se mantém por 31 dias. Em 2 de novembro, Ribeirãozinho foi a última cidade classificada com risco “moderado”. Desde então, nenhuma cidade de Mato Grosso foi classificada com risco muito alto, representado pela cor vermelha e que indica alerta máximo de contaminação, ou amarela, que indica alerta moderado.

O sistema de classificação que aponta o nível de risco é definido por cores: muito alto (vermelho), alto (laranja), moderado (amarelo) e baixo (verde). De acordo com a definição dos riscos é necessária a adoção de medidas restritivas para o controle da propagação do coronavírus nas cidades.

Os indicadores de classificação de risco são atualizados duas vezes por semana, às segundas e quintas-feiras, e os resultados são divulgados nos Boletins Informativos da SES.

Recomendações e cuidados

– Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas;

– Usar máscara quando sair de casa;

– Evitar aglomerações;

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes. Ficar em casa quando estiver doente;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana