cultura

Projeto Cruz Sagrada está em exposição no Cine Teatro Cuiabá

Publicados

em

Artista plástica Elieth Gripp

Ao adotar o cauteloso distanciamento social durante a pandemia, a artista plástica Elieth Gripp focou esforços em um processo bastante produtivo. Além de tudo, imersivo, pois o fazer artístico diário motivou uma íntima renovação espiritual. 

Durante todo o tempo produziu flâmulas de santos e cruzes em madeira com detalhes em pedrarias. “Tinha dias que chegava a produzir até três. E enquanto eu ia fazendo, ia orando. Antes de dormir, pedia inspiração para o dia seguinte e muita coisa vinha até em sonho. No dia seguinte, replicava”, conta. 

O resultado pode ser conferido na exposição “Cruz Sagrada”, em cartaz até o dia 15 de maio, no Cine Teatro Cuiabá. A visitação é gratuita e ocorre de segunda a sexta-feira, das 9 às 17h e aos sábados, das 9h às 12h. Das mais de 200 peças produzidas, 35 integram a mostra individual. 

Foram dias de muita reflexão. “Uma maneira que encontrei de confortar meu coração frente à uma situação que nos trazia tanto medo. Pensava nas pessoas do mundo todo, pensava na minha família. Perdi um sobrinho que era médico e dois filhos meus tiveram, mas graças a Deus, eles se recuperaram rápido”. Cada peça foi concebida como uma oração em intenção a todos os doentes e vítimas fatais da covid. 

Ainda que a artista tenha iniciado sua trajetória dedicando-se ao surrealismo e mais tarde tenha se dedicado também à iconografia regional, o tema da religiosidade sempre foi muito presente em sua obra. É bastante representativo para as artes visuais mato-grossense, o conjunto de telas de santos e santas, notadamente Nossa Senhora Aparecida, dentre outras divindades.

Com o a exposição Cruz Sagrada, Elieth Gripp tem uma mensagem: “a cruz é um símbolo do povo cristão, a qual nos mostra a nossa autêntica vocação como seres humanos. Ao apreciar esse trabalho, desejo que as pessoas reflitam melhor sobre si mesmas e sobre o momento que estamos vivendo. Precisamos ter fé”.  

O projeto foi selecionado em edital da Lei Aldir Blanc realizado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esportes e Lazer. O secretário Beto Machado destaca o suporte ao segmento das artes visuais. “Mesmo diante de tantos desafios impostos pela crise sanitária, os artistas puderam realizar suas produções e o resultado é uma pluralidade de temas. Elieth recria com sua assinatura, um símbolo comum a muitas casas. A religiosidade é um traço forte da cultura cuiabana”.

A artista que iniciou sua trajetória emplacando prêmio no Salão Jovem Arte Mato-Grossense de 1985, possui mais de 50 exposições no currículo. “Graças ao edital posso realizar mais uma mostra para o público cuiabano. Convido todos a visitarem a exposição no Cine Teatro, local de acesso facilitado, no coração da cidade”.  

O Cruz Sagrada foi contemplado pelo edital MT Nascentes, da Lei Aldir Blanc, realizado pelo Governo de Mato Grosso via Secel-MT, em parceria com o Governo Federal via Secretaria Nacional de Cultura, do Ministério do Turismo.  

Serviço:

Exposição Cruz Sagrada 

Visitação gratuita

Até 15 de maio 

Segunda a sexta-feira, das 9 às 17h e aos sábados, das 9h às 12h

Comentários Facebook
Propaganda

cultura

Secel-MT auxilia artistas nas inscrições para o 26° Salão Jovem Arte; entenda

Publicados

em

O 26° São Jovem Arte Vem aí. Inscrições seguem só até domingo (08.08) pelo site  www.discosimaginais.com. Esta semana, no entanto, para colaborar com quem está com dificuldades para submeter trabalhos no sistema, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer e a organização do evento vão auxiliar no processo.

Os interessados com dificuldades podem buscar três diferentes canais para tirar dúvidas em relação às inscrições: Por e-mail ([email protected]); por telefone (65 9668-7299); ou indo direto à Secel-MT (Av. José Monteiro de Figueiredo, 510 – Duque de Caxias, Cuiabá), no horário comercial, para tirar dúvidas pessoalmente (claro, seguindo todos os protocolos de biossegurança, como uso de máscara e mantendo o distanciamento).

Caso o artista opte pela terceira opção, na secretaria o interessado deve procurar por Elaine Santo, na superintendência de Políticas Públicas, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

“São poucos os artistas que precisam desse suporte técnico. São poucos, mas existem. Alguns artistas têm muitas dificuldades com os processos eletrônicos. Nós da organização não podemos inscrever trabalhos, mas podemos orientar tirando todas as dúvidas.  Então é dever do Salão ajudar mesmo. Isso também é inclusão”, explica Luiz Marchetti, organizador.

A inscrição é online e gratuita, destinada a artistas maiores de 18 anos, residentes há pelo menos dois anos em Mato Grosso, com produção artística comprovada por meio de portfólio e currículo. A inscrição pode ser individual ou em grupo (coletivo).

As obras poderão ser inscritas nas categorias: pintura, desenho, ilustração, escultura/objeto tridimensional, fotografia, videoarte, grafite/muralismo, gravura, instalação e performance.

As obras inscritas devem ser autorais, produzidas a partir de 2019, inéditas ou que tenham sido expostas apenas uma única vez. Cada artista pode concorrer em até duas categorias com no máximo três obras em cada, sendo que, dípticos, trípticos ou polípticos serão considerados como uma única obra.

As peças selecionadas serão expostas na Galeria Lava Pés, no Museu de Artes e Cultura Popular (MACP-UFMT), na Galeria do Sesc Arsenal e em plataforma virtual.

Passo a passo

Na aba “Participe” do site oficial está disponível o passo a passo detalhado do processo de inscrição, com exemplos que facilitam o entendimento do candidato. Também estão disponíveis cronograma, o edital de participação com o regulamento, ficha de inscrição, declaração de autoria e propriedade da obra, e autorização de uso de imagem.

A seleção das obras será de 9 a 15 de agosto. O resultado oficial será publicado no dia 16 de agosto. As obras selecionadas deverão ser entregues à organização do evento até o dia 31 de agosto. A abertura do 26º Salão Jovem Arte – Despertar Discos Imaginais será às 20 horas do dia 06 de outubro de 2021. As exposições e outras atividades ocorrerão de 6 de outubro a 10 de dezembro de 2021.

O titular da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), Alberto Machado, o Beto Dois a Um, reforça o convite aos artistas mato-grossenses. “Retomamos essa importante ação e estamos empenhados em fazer uma das melhores edições. Grandes nomes das artes visuais foram revelados no Salão Jovem Arte e estamos na expectativa dos novos talentos que podem surgir nesta edição, além de fortalecer a cultura, formar público e consagrar os artistas da nossa terra”.

Salão Jovem Arte

O 26° Salão Jovem Arte – Despertar Discos Imaginais é uma realização da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) por meio de contrato firmado com o Instituto Kurâdomôdo e Centro Audiovisual Luiz Marchetti (CALM).

O Salão Jovem Arte revelou grandes artistas como Adir Sodré, Benedito Nunes, Vitória Basaia, Regina Pena, Gervane de Paula e outras dezenas de artistas que compõem o panorama cultural e subjetivo de Mato Grosso.

Informações estão disponíveis no site www.discosimaginais.com ou em @salaojovemarte no Facebook e no Instagram.

Serviço

Inscrições no 26° Salão Jovem Arte – Depertar Discos Imaginais

Período de inscrição: até 08 de agosto de 2021 (domingo)

Confira o passo a passo para inscrição AQUI

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana