Cuiabá

Problema com importação de medicamentos para hanseníase acarreta em desabastecimento no país

Publicados

em


Reprodução

Clique para ampliar

A Secretaria Municipal de Saúde informa que em razão do  atraso das importações dos medicamentos para tratamento da hanseníase por parte do Ministério da Saúde – em razão da pandemia do novo Coronavírus – haverá  desabastecimento temporário em nível nacional destes medicamentos para o tratamento da doença.

O Ministério da Saúde informou, por meio de nota técnica, aos estados e municípios que o processo de importação foi solicitado em caráter de urgência. Inclusive já encaminhou para a ANVISA a solicitação para emitirem a documentação com excepcionalidade de importação de uma remessa dos remédios.

Assim que os trâmites legais da importação forem definidos pelo Ministério da Saúde, a data de entrega dos remédios será informada para estados e municípios.

A Secretaria Municipal de Saúde solicita a compreensão de todos os pacientes em relação a este atraso, e reitera que o período em que ficarem sem os medicamentos não implicará em perda do tratamento.

Tão logo o abastecimento seja regularizado, as unidades de Atenção Básica entrarão em contato com os pacientes em tratamento.

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Live vai reunir profissionais da Educação para discutir os impactos sociais do programa ‘A União Faz a Vida’

Publicados

em


Jorge Pinho

Clique para ampliar

Profissionais de seis unidades educacionais da rede pública municipal de Cuiabá estarão participando nesta quarta-feira (14), às 9 horas, da live nacional do Programa União Faz a Vida. A live que será transmitida no canal do Youtube, do programa, vai apresentar os resultados de um estudo, sobre os impactos sociais do programa. A União Faz a Vida, criado em 1995, é o principal programa de Educação da Cooperativa Sicredi e, é desenvolvido pela Prefeitura de Cuiabá, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SME), através de um convenio.

A coordenadora técnica de Ensino da Secretaria Municipal de Educação, Zileide Lucinda dos Santos contou que o programa  é executado na rede pública municipal de Educação há oito anos, por meio da adesão das unidades educacionais. A escola piloto do programa em Cuiabá foi a EMEB Ten. Octacílio Sebastião da Cruz, localizada no CPA III.

Atualmente seis Escolas Municipais de Educação Básica participam do programa. Ao todo estão envolvidos cerca de 134 professores, 9 Técnicas de Educação Infantil (TDI) e 2.300 crianças/estudantes, da Educação Infantil até o 6º Ano. Além da formação dos profissionais, o programa possui material estruturado para os estudantes e orientação aos pais.

“O programa é desenvolvido dentro dos princípios da cooperação e da cidadania a partir de uma metodologia de ensino que privilegia o empreendedorismo e oportuniza novos projetos e descobertas. Em Cuiabá, o programa vem transformando a vida de milhares de crianças e adolescentes, educadores e famílias”, disse a secretária adjunta de Educação, Débora Marques Vilar.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana