GERAL

PRF realiza campanha Maio Amarelo para alertar sobre acidentes no trân

Publicados

em

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou neste domingo (1º) a campanha Maio Amarelo 2022. A ação que tem o objetivo de alertar a sociedade para o alto índice de mortes e feridos no trânsito em todo o mundo. A cor amarela, que sinaliza advertência no semáforo, foi escolhida por simbolizar a atenção necessária para a causa.

A iniciativa conta com campanhas educativas em redes sociais e foco na educação para o trânsito durante as fiscalizações nas rodovias federais de todo o Brasil. De acordo com a PRF, a mobilização busca conscientizar o cidadão de que a responsabilidade ao volante é fator determinante para o número de acidentes que ocorrem todos os dias nas rodovias federais do país.

Acidentes

Em 2020 foram registrados 63.578 acidentes nas rodovias federais de todo o país, resultando em 71.511 pessoas feridas e 5.293 óbitos. Já em 2021, foram 64.518 acidentes, com 71.804 pessoas feridas e 5.393 óbitos.

Somente no primeiro trimestre de 2022, foram registrados 14.976 acidentes nas rodovias federais do Brasil, resultando em 17.115 pessoas feridas e 1.283 óbitos. Minas Gerais tem liderado o ranking de acidentes até agora, com 1.911 ocorrências, seguido de Santa Catarina, com 1.875, e Paraná, com 1.669 acidentes. Já em relação ao número de mortes nas estradas federais este ano, Minas Gerais lidera com 164 óbitos, seguido de Bahia e Paraná, com 144 e 131, respectivamente.

Ação global

O Movimento Maio Amarelo foi criado em 11 de maio de 2011, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) decretou a Década de Ação para Segurança no Trânsito. Os países signatários se comprometeram a reduzir a violência no trânsito em um percentual de 50% no período citado.

As ações foram prorrogadas por mais uma década pela ONU, fixando o período 2021-2030 como a segunda década para ações pela segurança no trânsito; e o Brasil, assim como os demais países, estipulou uma meta de redução de 50% das mortes em decorrência de acidentes de trânsito para o novo período.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Fonte: link

Comentários Facebook
Propaganda

GERAL

Rádio MEC lança versões de produções televisivas de música clássica

Publicados

em

Conhecida de norte a sul do país como A Rádio de Música Clássica do Brasil, a Rádio MEC apresenta a nova temporada do programa Partituras e promove a estreia do Harmonia em versão radiofônica neste sábado (13), às 19h e às 20h, respectivamente. A emissora pública traz da telinha da TV Brasil e da Rede Minas para as ondas do rádio apresentações com o melhor da música erudita.

A novidade amplia o alcance de concertos importantes realizados no país e no exterior com nova janela de veiculação. Os espetáculos ganham mais espaço na principal emissora de rádio do país voltada ao segmento que abre faixas de programação semanais aos sábados em benefício do ouvinte.

O planejamento ainda busca conquistar outros públicos e permitir que mais pessoas tenham a chance de acompanhar produções de qualidade. A iniciativa também promove o conteúdo musical para despertar o interesse de novas audiências e engajar os potenciais espectadores que já prestigiam a rádio.

Produção traz grandes apresentações do cenário da música clássica Produção traz grandes apresentações do cenário da música clássica

Partitura traz grandes apresentações do cenário da música clássica – Reprodução/TV Brasil

Parceria com a Rede Minas

A adaptação do conteúdo veiculado na televisão para o rádio oferece ao ouvinte a oportunidade para ouvir apresentações exibidas em programas de música clássica já consolidados junto à audiência televisiva. A versão radiofônica dos programas busca ampliar o alcance das produções que já são reconhecidas pelo público que as acompanha na telinha e descobre nova forma de fruir suas escolhas musicais preferidas.

Na nona temporada, o Partituras tem espaço na programação da Rádio MEC desde a estreia na TV Brasil em 2014. A Rádio MEC e a TV Brasil são veículos de comunicação pública que pertencem a Empresa Brasil de Comunicação (EBC).

Já a transmissão do Harmonia na Rádio MEC é resultado de uma parceria com a Rede Minas, emissora de televisão mineira integrante da Rede Nacional de Comunicação Pública (RNCP), gerida pela EBC. A empresa prioriza o trabalho de expansão pelo país ao valorizar aspectos regionais e incentivar a difusão de produções de qualidade para aumentar o alcance dessas atrações em território nacional.

Espetáculos que abrem a temporada

As estreias das temporadas dos programas Partituras e Harmonia na Rádio MEC têm atrações especiais. Os destaques são conteúdos inéditos nas ondas do rádio. A primeira transmissão acompanha o concerto Encontros musicais em Noailles. Logo depois, o público aprecia a performance da Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais.

Concerto do Partituras

O Partituras começa a leva de edições na Rádio MEC com a apresentação do espetáculo sobre o histórico Hotel Noailles, na França, que integra a série Baroque in Rio produzida pelo Instituto Musica Brasilis. O especial exalta o encontro da música barroca com a arquitetura. Para isso, proporciona a execução de repertório com obras de célebres compositores em edificações incríveis.

O concerto Encontros musicais em Noailles traz seleção musical de personalidades francesas na interpretação dos músicos Olivier Baumont (cravo), Julien Chauvin (violino), Aurélien Delage (cravo) e Atsushi Sakai (viola da gamba). A gravação foi realizada no próprio estabelecimento no país europeu.

Os próximos episódios da Partituras reúnem produções em homenagem a compositores consagrados que são referência na música erudita. O programa da TV Brasil ainda mescla concertos em grandes palcos com musicais para pequenas formações ou mesmo executados por solistas. A temporada também conta com performances de novos talentos da arte nacional e músicos brasileiros de orquestras renomadas.

Apresentação do Harmonia

Atração dedicado à divulgação e à democratização da música de concerto da Rede Minas, o programa Harmonia marca a estreia na programação da Rádio MEC com um trecho do concerto da Orquestra Sinfônica da Polícia Militar de Minas Gerais em homenagem aos 247 anos da corporação.

No repertório, destaque para obras reconhecidas pelo público como a abertura da ópera O Guarani, de Carlos Gomes; Pelléas et Mélisande, op. 80 e Prélude et sicilienne, de Gabriel Faurê; Marcha Festiva, de Antonín Dvorák; Valsa vozes da primavera op. 410, de Johann Strauss; No ti scordar di me, de Ernesto de Curtis; e o clássico Bolero, de Maurice Ravel, para encerrar o espetáculo.

Sobre a Rádio MEC

Reconhecida pelos amantes da música, a Rádio MEC é consagrada pelo público por sua vocação direcionada à música erudita. A tradicional estação dedica 80% de sua programação à música clássica e leva ao ar compositores brasileiros e internacionais de todos os tempos.

Rádio MEC oferece aos ouvintes a experiência de acompanhar repertórios segmentados, composições originais e produções qualificadas. Ainda há espaço também para faixas de jazz e música popular brasileira, combinação que garante a conquista de novos públicos e agrada a audiência cativa.

A emissora pode ser sintonizada pela frequência FM 99,3 MHz e AM 800 kHz no Rio de Janeiro. O dial da Rádio MEC em Brasília está em FM 87,1 MHz e AM 800 kHz. Há pouco mais de um mês, desde o início de julho, o público também acompanha a programação em Belo Horizonte na frequência FM 87,1 MHz.

Os ouvintes têm participação garantida e podem colaborar com sugestões para a programação da Rádio MEC. O público pode interagir pelo Instagram, Twitter, Facebook e pelo WhatsApp, pelo número (21) 99710-0537.

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana