POLÍCIA

PRF prende motorista que transportava madeira com documentos ilegais

Publicados

em


Na presente data (25), por volta das 10 horas, no km 48 da BR 364, município de Alto Garças – MT, uma equipe da PRF abordou um caminhão M.Benz/Atego de cor branca, tendo como condutor um homem de 57 anos.

Ao ser questionado sobre a origem da carga transportada, o motorista informou tratar-se de madeira serrada que foi embarcada na cidade de Rurópolis-PA, mas não soube dizer o nome da madeireira que carregou o caminhão. O destino final da carga, segundo ele, era a cidade de Campinas-SP. Os policiais solicitaram a documentação referente à carga transportada e ao veículo. Iniciadas as análises documentais, a equipe descobriu que o documento referente a carga de madeira era inválido, ou seja, um documento que inexistia formalmente, sendo apenas um papel criado de forma fraudulenta.

Como era o caso de documento florestal falso, cujas informações declaradas não podem ser levadas em consideração quando comparadas com a carga transportada, incidiu, desta feita, o transportador, no crime tipificado no artigo 46, parágrafo único da lei de crimes ambientais, por transportar madeira sem licença válida para todo o tempo da viagem outorgada pela autoridade competente.

Diante dos fatos ficaram caracterizados os ilícitos de uso de documento falso e o transporte ilegal e irregular de produto de origem florestal. O motorista foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil para a realização dos demais procedimentos cabíveis.

Fonte: PRF MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Policiais civis são homenageados por operação nacional Luz na Infância 8

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Policiais civis da Delegacia de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá), e da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI), foram agraciados com “Moção de Aplausos”, concedida pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

A entrega da honraria de iniciativa do parlamentar Thiago Silva, aconteceu durante solenidade realizada do Plenário Renê Barbour, da Casa de Leis, na Capital, em alusão a operação “Luz na Infância 8” deflagrada no dia 9 de junho deste ano.

Sob a coordenação nacional da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça (Seopi/MJSP), a operação “Luz na Infância 8” em Mato Grosso cumpriu quatro mandados de busca e apreensão domiciliar, sendo três em Rondonópolis e um na cidade de Nova Lacerda.

As ordens judicias foram representadas pelo delegado Ruy Guilherme Peral da Silva, da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos. Já o trabalho operacional contou com a coordenação do delegado Ricardo Sarto.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana