Saúde

PREVBarcos retomam atividades no Amazonas e em Santarém

Publicado


.

As Unidades Móveis Flutuantes do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), os PREVBarcos, retomam o ciclo de navegações amanhã (3). O atendimento presencial no PREVBarco vai oferecer os benefícios previdenciários rurais e urbanos, como aposentadoria, pensões, auxílios, salário-maternidade, além do Benefícios de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social (BPC), do seguro-defeso, atualização de benefícios, informação e orientação em geral.

O PREVBarco I Manaus partirá para missão pela calha do Rio Solimões. O barco deixará a capital Amazonense na madrugada do dia 3 de agosto com a missão prevista para encerrar em dezembro deste ano. Os atendimentos serão realizados em nove cidades do Amazonas, começando por Alvarães, Uarini, São Paulo de Olivença, Amaturá, Santo Antônio do Içá, Tonantins, Jutaí, Fonte Boa e finalizando em Codajás.

O barco chega na cidade de Humaitá no dia 3 de agosto, sendo o primeiro dos nove municípios da missão na calha do Rio Madeira, seguido por Manicoré, Novo Aripuanã, Borba, Nova Olinda do Norte, Autazes, São Sebastião do Uatumã, Urucará e finalizando a missão no município Careiro da Várzea.

O PREVBarco PA – II Santarém retoma o ciclo do Oeste paraense, inicialmente no município de Óbidos/PA, no período de 3 a 7 de agosto de 2020. Depois a embarcação segue para Oriximiná, onde atende de 10 a 14 de agosto. O terceiro destino do barco será Prainha, que recebe os serviços do INSS entre os dias 17 e 21. E por fim, de 24 a 26 de agosto, o barco conclui o ciclo de viagem de atendimento em Santa Maria do Uruará.

Medidas de proteção

Para garantir o atendimento do PREVBarco, o INSS organizou um protocolo de proteção e afastamento de servidores e segurados, para evitar o contágio da covid-19. De acordo com o instituto, foram instalados anteparos de acrílico nos guichês de atendimento e nas mesas dos peritos médicos. Os servidores receberão equipamentos de proteção individual: máscaras, aventais e luvas descartáveis. Todos os ambientes de atendimento terão higienização completa duas vezes ao dia. Nesses locais e nas mesas dos servidores, haverá também recipientes para o uso de álcool em gel. A área de atendimento ao público dentro do barco foi fechada. Os segurados vão esperar sua vez em tendas ou espaços externos e abertas, do lado de fora da embarcação, onde ficarão sentados em cadeiras distanciadas entre si.

Antecipação de auxílio-doença

Para ter acesso à antecipação do auxílio-doença, não é necessário esperar o atendimento presencial. O usuário pode anexar o atestado médico e solicitar o benefício pela internet. Esse pedido pode ser feito com auxílio de prefeituras ou associações representativas, como colônias de pescadores.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Mato Grosso registra o menor número de mortes por Covid-19 em 24 horas

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 311 internações em UTIs públicas e 296 em enfermarias públicas. A taxa de ocupação está em 82,26% para UTIs adulto e em 33,48% para enfermarias adulto.

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quarta-feira (05.08), 58.475 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 2.013 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado e 16 mortes nas últimas 24 horas.

Foram registradas 1.360 novas confirmações de coronavírus no Estado. Dos 58.475 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 19.424 estão em monitoramento e 37.038 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 311 internações em UTIs públicas e 296 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 82,26% para UTIs adulto e em 33,48% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19, estão Cuiabá (12.796), Várzea Grande (4.670), Rondonópolis (3.533), Lucas do Rio Verde (3.020), Sorriso (2.518), Tangará da Serra (2.435), Sinop (2.171), Primavera do Leste (1.950), Nova Mutum (1.552) e Barra do Garças (1.004).

O documento ainda aponta que um total de 55.472 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 4.376 amostras em análise laboratorial.

Mais informações estão detalhadas na Nota Informativa divulgada diariamente pela SES disponível neste link, a partir das 17h.

Cenário nacional

Na última terça-feira (04), o Governo Federal confirmou 2.801.921 casos da Covid-19 no Brasil e 95.819 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 94.665 óbitos e 2.750.318 casos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou a atualização desta quarta-feira (05).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana