Cuiabá

Presidente de Comitê de Análise Técnica para Definição do Modal de Transporte Público participa de vistoria a trens

Publicados

em


Divulgação

Clique para ampliar

Visita técnica realizada pelo Consórcio VLT na última segunda-feira (8), atestou que os trens do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), adquiridos há sete anos e armazenados no Centro de Controle, Manutenção e Operação (CCO), próximo ao Aeroporto Internacional de Cuiabá, estão em perfeito estado de conservação e manutenção. Presente na ocasião, o presidente do Comitê de Análise Técnica para Definição do Modal de Transporte Público da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, Juares Samaniego evidenciou a maior eficiência energética e capacidade de transporte de passageiros três vezes maior do modal diante de seus concorrentes, o BRT e o VLP. 

“É difícil você comparar projeto, porque o que foi apresentado é VLP, por isso se diz que já está boa parte pronto, porque é pintar as faixas da rua. E a aquisição de 54 ônibus a 35 milhões, eu acredito que seja a diesel, porque ele a bateria é muito mais caro que isso. O VLT é uma energia bem mais limpa e barata. Sem falar na capacidade de transporte de passageiros, que comparativamente a do VLT é 2,5 vezes maior. Cada ônibus de BRT tem a capacidade pra 170 passageiros, enquanto que no VLT são 400”, apontou Samaniego.

De acordo com o Consórcio responsável pelo VLT em Cuiabá, a movimentação mecânica dos trens é realizada a cada 15 dias, seguindo todas as diretrizes do Plano de Manutenção da Construcciones y Auxiliar de Ferrocarriles (CAF), empresa espanhola fabricante do equipamento ferroviário. A cada 60 dias é emitido um relatório ao Governo do Estado. Nesta segunda (08), foi atestado por equipe técnica o excelente estado de conservação externa, interna, em todos os equipamentos elétricos, eletrônicos, telecomunicações, hidráulicos, pneumáticos, climatização.

Estiveram presentes o secretário-geral da Associação Latino Americana de Ferrovias (Alaf)/Brasil, Jean Carlos Pejo, que é ex-secretário nacional de Mobilidade Urbana e responsável pelo Grupo de Trabalho que aprovou o VLT de Cuiabá, técnicos da Caixa Econômica Federal (CEF), que opera os recursos federais aprovados para a obra do VLT e a presidente da Associação Brasileira de Engenheiros e Arquitetos de Metrô (AENFER), Silvia Cristina Silva.

Diálogo 

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, defende que a população seja ouvida em decisão quanto ao novo modal de transporte público para Cuiabá e Várzea Grande. Para Pinheiro, a decisão estadual para substituição do modal VLTpara o BRT foi tecnocrata. O gestor defende a realização de um plebiscito para que a população escolha o novo modelo de transporte. 

O Comitê

Com foco em dialogar sobre a escolha do melhor modal para Cuiabá, o gestor criou o Comitê de Análise Técnica para Definição do Modal de Transporte Público da Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, em 22 de janeiro via decreto municipal. Além de sua comissão técnica permanente, serão convidadas instituições, como Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso (FIEMT), Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso (Sinduscom-MT), COnselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso (CREA-MT) e Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso (CAU-MT) para colaborar com o debate nas reuniões, que devem ser abertas para participação pública também.

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá faz concessão de terreno para construção da nova sede da AACC

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro assinou, na tarde desta segunda-feira (21), a concessão de um terreno para a construção da nova sede da Associação de Amigos da Criança com Câncer de Mato Grosso (AACC). As melhores condições no atendimento das crianças com câncer é uma causa defendida pela primeira-dama, Márcia Pinheiro. A área concedida é de 4.475 m² e fica no bairro Centro América. O prazo de validade da concessão é de 20 anos, prorrogáveis por igual período. Atualmente, a AACC atende cerca de 450 crianças por mês vindas de várias cidades do estado e de outros países.

“Este é o documento que assino com a maior convicção que estamos fazendo o bem e cuidando de quem não tem condições. É um ato marcante para a solidariedade com as pessoas que estão passando por um momento tão difícil com seus filhos”, enfatizou o prefeito. A primeira-dama,  Márcia Pinheiro, ressaltou a preocupação da gestão no cuidar das pessoas. “Trabalhamos pautados pela humanização. É uma administração que trabalha para salvar e proteger vidas, que tem como marcas o carinho e o respeito aos cidadãos”, definiu.

O presidente da AACC, Claudemir Ferreira da Silva, disse que com a nova sede, a capacidade de atendimento vai duplicar, além de construir espaços que hoje não é possível ter na unidade, por falta de espaço.

“Esse terreno é um novo marco para a instituição. É uma luta de 15 nos. Serão novos desafios, mas são desafios que trarão muitos benefícios para nossas crianças. Poderemos ampliar o atendimento e os serviços que são oferecidos à comunidade. É uma área ampla onde a gente vai poder contemplar outros departamentos que hoje não temos a oferecer dentro da instituição”, destacou o presidente.

Ainda segundo Claudemir, além dos pacientes vindos de vários municípios do estado, a unidade recebe também pessoas vindas de outros países, a exemplo da Bolívia e Paraguai.

“Hoje temos 10 apartamentos e comportamos 20 famílias, o paciente com seu acompanhante. O nosso objetivo é dobrar a capacidade, ou seja, serão 20 famílias, no total de 40 pessoas. Hoje não temos ala de isolamento, área verde, auditório, espaço lúdico, dentre outros, que são ambientes importantes para as famílias afim de tirar o foco da doença. Mas com esta nova sede, vamos contemplar estes espaços”, frisou.

A assinatura do termo de concessão foi realizada na sede do Palácio Alencastro e contou com a presença do deputado federal, Carlos Bezerra, o secretário-adjunto de Governo, Wilton Coelho e dos vereadores, Mário Nadaf e Marcrean dos Santos.

A lei que concedeu a área para a AACC é a de Nº 6.684, de 10 junho de 2021. Após a publicação, que deve ser feita nesta terça-feira (22), no Diário Oficial dos Municípios, a direção da instituição dará início ao projeto de edificação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana