POLÍTICA NACIONAL

Presidente da Argentina celebra anulação da condenação de Lula: “Justiça feita”

Publicados

em


source
Presidente da Argentina, Alberto Fernández
Reprodução/Twitter/alferdez

Presidente da Argentina, Alberto Fernández

O Presidente da Argentina , Alberto Fernández, celebrou a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, que  anulou as condenações do ex-presidente Lula na Operação Lava Jato.

Em mensagem publicada nas redes sociais, o argentino disse que as condenações contra Lula foram impostas com propósito de “persegui-lo e eliminá-lo” da vida pública:

“Eu comemoro que Lula tenha reabilitado todos os seus direitos políticos. As sentenças proferidas contra ele com o único propósito de persegui-lo e eliminá-lo da carreira política foram revogadas. Justiça foi feita!”, disse.

Também pelas redes sociais, a assessoria do petista confirmou que Fernández ligou para Lula , que agradeceu a solidariedade dele e do “povo argentino”.

Confira o tuíte:


Em julho de 2019, quando ainda estava preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Lula foi visitado pelo mandatário argentino, que ainda estava em campanha eleitoral.

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Câmara cria Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher

Publicados

em


A Câmara aprovou na noite desta quinta-feira o projeto de lei que institui a Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher, que será realizada nas instituições de ensino públicos e privadas. O texto sofreu alterações e vai retornar ao Senado.

De acordo com o substitutivo aprovado, a  Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher será realizada anualmente em março nas instituições de educação básica.

Entre os objetivos do projeto estão o de contribuir para o conhecimento da Lei Maria da Penha; estimular a reflexão crítica entre estudantes, profissionais da educação e comunidade escolar sobre a prevenção e o combate à violência contra a mulher; e abordar os mecanismos de assistência à mulher em situação de violência doméstica e familiar, as medidas protetivas e os meios para o registro de denúncias.

A semana deverá ainda promover a igualdade entre homens e mulheres, de modo a prevenir e coibir a violência contra a mulher e promover a produção e a distribuição de materiais educativos relativos à temática nas instituições de ensino.

* Com informações da Agência Câmara

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana