AGRO & NEGÓCIO

Presidente da Acrimat participa de evento e fortalece relacionamento com a EMBRAPA

Publicados

em

Oswaldo Pereira Ribeiro Júnior, o diretor-presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (ACRIMAT), se fez presente na abertura do evento Famato Embrapa Show que ocorreu na noite desta quarta-feira (22.06) em prol de fortalecer as parcerias que foram feitas em junção com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) para a realização de pesquisas voltadas à produção de carnes.

Realizado no Cenarium Rural, em Cuiabá, o evento reúne cerca de 60 profissionais, entre pesquisadores e técnicos de transferência de tecnologia, que apresentam mais de 60 soluções, aplicações, equipamentos, produtos, cultivares e contratos de produção desenvolvidos pela Embrapa. Há também produtores rurais, presidentes de sindicatos rurais, estruturas de cadeias agrícolas, políticos e governantes.

Na abertura do evento, Oswaldo Pereira Ribeiro Júnior destacou a importância de eventos como a Famato Embrapa Show para a integração de entidades independentes e filiadas, como a Acrimat, na promoção e divulgação de pesquisas alinhadas às necessidades do mercado.

Ademais, Oswaldo ressalta a importância do trabalho da Embrapa para apoiar a cadeia produtiva da carne e gerar maior eficiência e sustentabilidade no setor. A Embrapa é uma das maiores empresas de pesquisa agropecuária do país.

“A Acrimat parabeniza a iniciativa da Famato em mostrar o que as várias unidades da Embrapa estão fazendo em termos de pesquisa e inovação. Fazer uma vitrine tecnológica dos principais trabalhos da Embrapa significa aproximar a ciência da sociedade e, principalmente, dos produtores rurais”, afirmou Oswaldo Pereira, que possui assento como membro do Comitê Assessor Externo da Embrapa unidade Gado de Corte, em Mato Grosso do Sul (MS), disse Oswaldo Pereira, que possui assento como membro do Comitê Assessor Externo da Embrapa unidade Gado de Corte, em Mato Grosso do Sul (MS).

Além de participar da Embrapa Gado de Corte, a Acrimat mantém um acordo de cooperação com a Embrapa unidade Agrossilvipastoril, em Sinop (MT), para pesquisar programas de pecuária nos sistemas integrados. O foco está nas emissões de gases de efeito estufa e no sequestro de carbono em pastagens e árvores.

Um novo estudo com foco na produção sustentável, que agora é uma agenda global e uma abordagem que deve ser adotada por todos os produtores rurais, deve ser feita de uma nova forma.

“Acreditamos que a pesquisa deva ser direcionada para as necessidades do produtor e do mercado, trazendo inovação e competitividade ao Brasil e ao agronegócio. Devemos muito à Embrapa pelo desenvolvimento do Cerrado brasileiro. E a Acrimat se orgulha de ser parceira de algumas unidades da Embrapa em vários projetos de pesquisa relacionados a pecuária, meio ambiente e sustentabilidade”, concluiu Oswaldo Pereira.

Famato Embrapa Show

A programação de técnica do Famato Embrapa conta com painéis de debate compostos por palestras e perguntas e respostas.

Alguns temas foram destacados nos planos por conta de seu futuro status estratégico agro-mato-grossense. São eles: solo sustentável, potencial agrícola, sistemas integrados de produção e controle integrado de pragas.

O evento se encerra na sexta-feira (24.06) e a programação completa está disponível aqui.

Fonte: Agroplus.tv

Fonte: AgroPlus

Comentários Facebook
Propaganda

AGRO & NEGÓCIO

A Embrapa Pantanal disponibiliza o livro “Plantas do Pantanal” com informações sobre as plantas encontradas no bioma Pantanal

Publicados

em

A Embrapa Pantanal disponibiliza o livro “Plantas do Pantanal”, na versão online. É um compêndio obrigatório na biblioteca de todos aqueles que se dedicam ao estudo e ao manejo das plantas que ocorrem no Pantanal. A relíquia pantaneira foi publicada em 1994.

O presente Guia reúne informações básicas e fotografias de 520 espécies, entre as quais estão as plantas mais importantes para o homem e a fauna. Apresenta nomes científicos e vulgares, em linguagem acessível, sobre a utilização regional (Etnobotânica) e potencial dos vegetais, por exemplo, apícolas, forrageiras, frutíferas, isca de peixe, madeireiras, medicinais, ornamentais, etc. Além da etimologia científica e comum, são apresentados hábito, épocas de floração e frutificação, ocorrência (tipos de vegetação e de solo) e distribuição geográfica das espécies, bem como breves observações sobre ecologia e, eventualmente, cultivo.

O Pantanal é um bioma fantástico e atrai a atenção de ambientalistas, curiosos, estudiosos, investidores, pecuaristas e turistas, graças à pujança e ao estado de conservação de seus recursos bióticos. As fotografias, além de expressarem a beleza das espécies, falam mais do que as palavras e facilitam o trabalho de identificação de maneira comparativa. A simplicidade da linguagem leva ao entendimento rápido e não exige a sabedoria do botânico ou do iniciado em ciências biológicas para apreender e usufruir dos conhecimentos apresentados.

“Plantas do Pantanal” pode ser apontada como uma das obras mais marcantes e inesquecíveis da bibliografia pantaneira.A coleta das plantas, a identificação, as fotografias, a secagem e montagem das exsicatas, a preservação do material herborizado, a pesquisa bibliográfica, a coleta de informações locais transmitidas na linguagem pantaneira e as observações e experiências pessoais foram os caminhos sabiamente trilhados pelos autores para a elaboração do presente Guia.

Para acessar o documento, clique aqui

Fonte: Embrapa

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana