Cáceres

Prefeitura passa a entregar Ivermectina nas unidades de saúde

A Prefeitura Municipal de Cáceres, após intensificar por cerca de duas semanas a entrega do medicamento Ivermectina 6mg aos cacerenses, passará a realizar as entregas nas unidades de saúde do município.

Publicado

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Cáceres já foram atendidos aproximadamente 15 mil pessoas. Na próxima semana o medicamento passará a ser entregues nos bairros nas unidades de saúde do município, e será feita uma grande ação de prevenção na zona rural e ribeirinha.

Segunda a Secretária de Saúde, Silvana Maria de Souza, os resultados foram muito positivos nesses primeiros dias da entrega do medicamento. “Estamos muito felizes com os resultados, com a confiança da população a gestão municipal que não tem medidos esforços para criar condições a todos os munícipes de terem o remédio que tornou comprovadamente por inúmeros médicos e infectologistas com grandes e positivos resultados, sem nenhum efeito colateral registrado para quem recebeu a dose da Ivermectina 6 mg em nosso município”, afirmou.

Silvana tranquilizou os moradores que ainda não fizeram a retirada do medicamento que eles passam a ser entregues nas Unidades de Saúde referência do seu bairro. Complementamos que os números de pessoas infectadas pelo novo Covid-19, estão em pico, mas temos várias evidencias para nos alegramos, em 15 dias sem internações hospitalares graves, e êxito total de cura com o protocolo do uso da Ivermectina e Hidroxicloroquina prescritos pelos médicos do município.

“Juntos venceremos o Covid-19, e com a parceria dos moradores será muito mais fácil, a partir da próxima semana estaremos entregando os medicamentos nas unidades de saúde de cada bairro”, finalizou Silvana.

 

Comentários Facebook
publicidade

caceres

Unemat inaugura o Centro de Inovação e Redes Inteligentes em Cáceres

Publicado

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) inaugura nesta sexta-feira (27.11) o Centro de Inovação Redes inteligentes e Soluções Criativas (Risc). O prédio localizado no Câmpus Jane Vanini, no centro de Cáceres, com cerca de 450 metros quadrados de área construída segue um conceito sustentável , todo feito com conteiners, é fruto de parcerias com diversos entidades e empresas.

O coordenador do Risc, professor Robson Gomes de Melo, explica que a construção do espaço físico foi possível graças a aprovação de projetos desenvolvidos por professores ligados ao Centro que acabaram gerando parcerias e convênios com entidades e órgãos públicos como a Prefeitura Municipal de Cáceres e Caixa Econômica Federal com a intermediação da Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (Faespe). “Esse prédio totalmente sustentável, com construção mais rápida e barata já que utiliza materiais reciclados. Além disso, as parcerias permitiram uma construção sem que impactássemos os recursos da universidade”, afirma.

O novo espaço que está sendo inaugurado nesta sexta-feira é destinado a promoção da inovação, tecnologia e empreendedorismo. A ideia é que o espaço atenda não só a comunidade acadêmica, mas também a comunidade externa. “Após esse período de pandemia, esperamos que a sociedade possa nos procurar para que possamos dar auxilio, assessoria, e fazermos o trabalho de mentoria, de incubação de projetos e fomento ao empreendedorismo e a inovação tecnológica para a comunidade local. Então o foco é promover e desenvolver tecnologia, inovação e soluções tecnológicas que possam ser utilizadas por empreendedores local e comunidade acadêmica”, diz o professor Robson.

Estrutura física

O Risc, tem cerca de 450 metros quadrados área construída e 400 m² de área externa. O espaço conta com um auditório com capacidade para até 100 pessoas; laboratório de desenvolvimento, que vai permitir até 30 pessoas trabalhando; sala de reunião e vídeo conferência; sala de uso compartilhado, uma espécie de co-working para atendimento a comunidade que necessita de atendimento e mentoria; sala para orientações e atendimento individualizado, além de uma sacada ou área de descompressão, destinada a atividades mais recreativas, uma espécie de terraço.

Atendimento

O Risc também será o ponto de apoio ao empreendedorismo e Inovação da mesorregião centro-sul de Mato Grosso, que compreende 17 municípios. O local servirá como ambiente físico e virtual de incentivo à inovação e ao empreendedorismo para a promoção, o desenvolvimento e a realização de negócios e empreendimentos inovadores em redes inteligentes e soluções criativas.

“Esse atendimento que se estenderá para além da população de cáceres, mas deve beneficiar moradores de 17 cidades só é possível, graças ao financiamento de um projeto inovador pela Fundação de Amparo a Pesquisa de Mato Grosso, que abriu edital específico para as diferentes regiões de Mato Grosso a fim de apoiar os empreendedores principalmente no período pós-Covid-19”, explica.

Fonte: GOV MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana