Saúde

Prefeitura de SP suspende vacinação contra covid-19 nesta terça-feira

Publicados

em


A prefeitura da capital paulista informou na noite de hoje (21) que não haverá vacinação na cidade de São Paulo contra a covid-19 amanhã (22). Na quarta-feira (23), serão vacinadas as pessoas com 49 anos. De acordo com a administração municipal, a alteração do cronograma de vacinação ocorreu “diante da grande adesão dos paulistanos à vacinação”. 

No final da tarde de hoje, centenas de postos de saúde da cidade estavam sem vacina para imunizar a população. A programação inicial da prefeitura previa que, até o fim do dia de amanhã (22), haveria uma repescagem da aplicação de vacina para pessoas de 50 a 59 anos que ainda não tivessem se vacinado.

De acordo com a prefeitura, metade da população maior de 18 anos da capital já está imunizada. Até o dia 20 de junho, foram aplicadas 6.265.013 doses de vacina contra a covid-19, sendo 4.573.688 primeiras doses e 1.691.325 segundas doses.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Propaganda

Saúde

Rio: 24 cidades estão sem mortes por covid-19 há duas semanas    

Publicados

em


Dos 92 municípios do estado do Rio, 24 estão há duas semanas sem registrar mortes por covid-19. O levantamento é de técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgado nesta sexta-feira (30). A análise levou em consideração dados das semanas epidemiológicas 27 e 28, período de 4 a 17 de julho.

As cidades sem óbitos provocados pela doença são: Aperibé, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cambuci, Cantagalo, Cardoso Moreira, Carmo, Comendador Levy Gasparian, Cordeiro, Duas Barras, Italva, Itaocara, Laje do Muriaé, Macuco, Miguel Pereira, Paracambi, Paty do Alferes, Rio das Flores, Santa Maria Madalena, São José de Ubá, São Sebastião do Alto, Sumidouro, Trajano de Moraes e Varre-Sai.

O secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe disse que é importante destacar que essa análise não pode ser feita com semanas tão próximas. “É preciso respeitar 15 dias, ao menos, para que as informações estejam mais consolidadas. O resultado é consequência da vacinação no estado do Rio de Janeiro, que já atingiu mais de 50% de toda população fluminense adulta com ao menos uma dose da vacina”, avaliou.

A secretaria informou ainda que muitos casos são notificados após a data do óbito. Por essa razão, desde o início da pandemia, recomenda-se que a análise das informações seja feita pela data de ocorrência da morte; e não pela data de notificação ou confirmação.

Edição: Fábio Massalli

Fonte: EBC Saúde

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana