GERAL

Prefeitura de SP e INSS fazem parceria para ampliar acesso ao BPC

Publicados

em


A prefeitura de São Paulo assinou hoje (14) um acordo de cooperação técnica com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para ampliar o acesso ao Benefício de Prestação Continuada (BPC) na cidade.

Segundo a prefeitura, 800 mil pessoas recebem atualmente o benefício na cidade. Entretanto, há mais 80 mil com o perfil para receber o auxílio que não solicitaram. Isso pode acontecer, ainda de acordo com a prefeitura, por desconhecimento, falta de acesso à internet ou alta vulnerabilidade social.

O BPC é garantido pela Lei Orgânica da Assistência Social e é pago pelo governo federal para pessoas com mais de 65 anos de idade inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). O principal critério para receber o auxílio é comprovar renda familiar menor do que um quarto de salário mínimo,hoje R$ 303.

A prefeitura vai fazer uma busca, com contato telefônico, ativa por cerca de 17 mil idosos cadastrados no CadÚnico que ainda não recebem o benefício. Serão realizados mutirões nas nove unidades do Descomplica para agilizar a documentação dessas pessoas.

O INSS vai disponibilizar sistemas de atendimento e fazer a capacitação dos agentes municipais para facilitar as solicitações do auxílio.

Edição: Fernando Fraga

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Propaganda

GERAL

DF abre concurso para contratação temporária de brigadistas

Publicados

em

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram-DF) abriu inscrições para o processo seletivo simplificado que vai contratar, de forma temporária, 150 brigadistas de combate a incêndios florestais em parque e unidades de conservação da capital do país. As inscrições podem ser feitas a partir desta quarta-feira (29), na página do Ibram na internet. 

Ao todo, serão seis vagas para supervisores de brigada, 24 para chefes de brigada e 120 vagas de brigadistas de prevenção e combate a incêndios florestais. O cadastro será online e gratuito, e fica aberto até o dia 1° de julho. Haverá ainda a formação de cadastro reserva.

A remuneração mensal para brigadistas é de R$ 2.666,40; para chefes de brigada é de R$ 3.333,00 e para os supervisores de brigada, chega a R$ 3.999,60. Em todos os cargos é exigido diploma ou declaração de participação em curso de Formação de Brigada de Combate a Incêndio Florestal.

Para os cargos de chefe de brigadas e supervisores, é necessário apresentar certificado ou diploma de conclusão do ensino médio e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) categoria B ou superior. Para os brigadistas de prevenção e combate a incêndios florestais, um dos pré-requisitos é ser pelo menos alfabetizado. Acesse aqui o edital.

Ao todo, o Ibram gere 82 unidades de conservação espalhadas pelo DF. Os brigadistas temporários poderão trabalhar ainda em outras áreas e em parceria com o Corpo de Bombeiros.

Até o último dia 6 de junho de 2022, o Programa de Monitoramento de Áreas Queimadas nos Parque e Unidades de Conservação (PROMAQ), do Ibram, registrou um total de 106 ocorrências de incêndio florestais e uma área queimada total de pouco mais de 334 hectares. No ano passado, até outubro, foram 542 ocorrências e 2.324 hectares de área queimada no DF. O período mais crítico para a ocorrência de incêndios é justamente durante a estação seca, que vai de maio até meados de outubro. Os meses de agosto e setembro costumam ser os que registram o maior número de ocorrências. 

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Geral

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana