Cuiabá

Prefeitura atrasa vacinação, deixa idosos na fila, no sol e é interpelada pela justiça

A Polícia Civil vai investigar a Prefeitura de Cuiabá, por meio da Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa (DEDCPI), por mal atendimento aos idosos

Publicados

em

Por Edmundo Pacheco 

Enquanto Várzea Grande, na região metropolitana da capital, inova implantado o projeto Corujão para vacinar os idosos durante a noite, Cuiabá passa por uma situação caótica. Em plena pandemia de Covid-19, com a previsão de piora da situação e decreto estadual de calamidade, a prefeitura da capital chegou a ser interpelada pela Justiça por estar atrasando a vacinação.

Juíza Célia Vidotti

Na segunda-feira (19.04) a juíza Célia Vidotti, da Vara de Ações Civil e Popular, determinou que a Prefeitura volte a vacinar e mais, que abra 10 novos locais de vacinação para idosos, nos próximos três dias, sob pena de multa diária no valor de R$ 1 mil, até o limite de R$100 mil.

De quebra, no despacho, a magistrado ainda desmentiu o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) que havia dito estar faltando vacinas e que por isso teria que suspender a vacinação dos idosos. Segundo a juíza, a situação é inversa: estão sobrando 52 mil doses e por isso determinou que a Prefeitura de Cuiabá intensifique a vacinação. 

No final da semana passada a prefeitura de Cuiabá havia anunciado a suspensão da vacinação e inclusive dos agendamentos, alegando não haver doses suficientes. Mas segundo a Dra. Vidotti a informação é falsa. “Não se mostra plausível a alegação acerca da pouca quantidade de doses de vacina para a imunização, pois, segundo consta na página eletrônica consultada nesta data, 19/04/2021, às 11h46min, o município de Cuiabá recebeu 139.737 doses de vacinas e aplicou 87.594”.

Nas contas da Justiça “há mais de 52 mil de vacina represadas, número superior, inclusive, à projeção de aplicação da segunda dose, que é de pouco mais de quarenta e três mil pessoas”, completou, determinando a abertura de locais de vacinação para atender as regiões de bairros mais longínquos como o Jardim Industriário, Pedra 90, Pascoal Ramos, Residencial Coxipó, Parque Cuiabá, Coophema, Tijucal, CPA III, Três Barras, Doutor Fábio, Novo Paraíso e Coophamil.

MAIS PROBLEMAS

Não bastasse esse embate com a Justiça, por não estar aplicando as vacinas, a Prefeitura de Cuiabá também vai ser investigada pela Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa (DEDCPI), por mal atender os idosos. É que segundo denúncias recebidas pela delegacia o único ponto de vacinação não permite a entrada de carros e com isso os velhinhos são obrigados a ficar esperando em uma fila do lado de fora, sob o sol escaldante. 

E a fila nem é para vacinar. É para entrar num ônibus que leva para uma triagem. A denúncia apontou que os idosos iam em pé e aglomerados dentro do ônibus, que transportava cerca de 30 pessoas por vez. Depois da tal triagem, os velhinhos ainda voltam no mesmo ônibus e só aí são levados para o local em que se aplica a vacina. 

A polícia esteve no local e constatou que o procedimento, apesar de parecer absurdo, era real. Imediatamente o delegado da DEDCPI, Vitor Chab Domingues, determinou abertura de um procedimento investigatório. O fato também foi comunicado ao Conselho Municipal do Idoso, à 34ª Promotoria Cível do Idoso e às Secretarias Municipal e Estadual de Saúde.

SITUAÇÃO CAÓTICA

A pandemia de covid-19 tem se intensificado em todo o Estado, desde o início do ano. Isso levou o governador Mauro Mendes a declarar emergência em Mato Grosso, como de forma a auxiliar os 141 municípios a enfrentar a pandemia. O decreto foi publicado dia 14 e aguarda a validação do governo federal.

Até ontem (20) a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) confirmou 346.743 casos e 9.233 mortes por covid no estado. Foram notificadas 1.951 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Há 516 pessoas internadas em UTIs públicas e 432 em enfermarias públicas. Uma ocupação de 96,63% para UTIs adulto e em 53% para enfermarias adulto. A capital lidera com 73.622 casos registrados. 

Já Várzea Grande, que tem 22.782 casos de covid, segue o caminho inverso. Lá, além da vacinação noturna, o secretário municipal de Saúde, Gonçalo de Barros, anunciou a abertura de um ponto novo no Parque Berneck, no Centro Universitário UNIVAG. “Vacinamos 6.315 pessoas na faixa etária dos 60 anos acima, com a primeira dose e segunda dose, só esta semana”, comemorou Barros. Completando: “com isto elevamos o número de aplicações no município para 30.705 doses aplicadas ou 78,20% do total de doses recebidas do Ministério da Saúde”.

Comentários Facebook
Propaganda

Cuiabá

Pessoas que vivem com HIV devem informar unidades às quais estão vinculadas para vacinação contra a covid-19 em polo específico

Publicados

em


Davi Valle

Clique para ampliar

A vacinação contra a covid-19 das pessoas que vivem com vírus da imunodeficiência humana (HIV), que estão na faixa etária de 55 a 59 anos, será no SAE Grande Terceiro, durante o mês de maio. A vacinação em um local específico visa garantir o sigilo do diagnóstico desses pacientes, o que é assegurado por lei e também na nota técnica nº 282/2021 do Ministério da Saúde. 

“Existe toda uma mobilização nacional para que a vacinação seja feita nos SAEs justamente para não expor o usuário. Como ele já é vinculado no Serviço, onde faz o tratamento, ele vai ser vacinado no Serviço. E assim o Ministério da Saúde regulamentou para minimizar a quebra do sigilo do diagnóstico, que é um direito do paciente assegurado por lei”, explica Mariela Padilha, coordenadora do Programa IST/Aids da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). 

Para serem vacinadas no SAE Grande Terceiro, essas pessoas precisam seguir o seguinte passo-a-passo: 

1.Acesse o site cadastro.vacinacuiaba.com.br

2.Clique em “Aceitar e Continuar” no quadro pré-cadastro

3.Selecione a opção “Pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos” e clique em próximo passo

4.Selecione a opção “Centro de Evento do Pantanal – Portaria” e clique em próximo passo

5.Preencha todos os dados do solicitante destacados como “obrigatório”. Na opção “Estabelecimento”, informe qual unidade está vinculado (SAE Grande Terceiro, SAE Regional Norte ou CERMAC) e na seção “Comorbidade Relacionada” selecione a opção “Imunossuprimidos”

6.Clique em “Enviar Cadastro”. 

Após o cadastramento, a pessoa deve aguardar a confirmação do agendamento, acompanhando diariamente no site da campanha “Vacina Cuiabá”, na aba “Consultar Cadastro”. Na data da vacinação, o paciente deverá estar munido dos seguintes documentos: 

– QR Code com as informações de data, horário e local de vacinação

– Documento oficial com foto

– Guia de encaminhamento para vacinação assinado por profissional de saúde, disponível no SICLOM, em caso de usuários vinculados na unidade do CERMAC.

Quem já realizou o cadastro e foi agendado para ser vacinado em outro polo de vacinação será atendido normalmente nesses locais. Mas caso a pessoa queira mudar o local de vacinação para o SAE Grande Terceiro, deve entrar em contato com a equipe da unidade, pessoalmente ou pelo telefone (65) 3634-0497. Importante destacar que, mesmo que a pessoa queira o sigilo de seu diagnóstico, também terá esse direito assegurado nos demais polos de vacinação. 

A vacina da covid-19 é contraindicada para pessoas com HIV que sejam menores de idade (lembrando que, no momento, estão sendo vacinadas aquelas com idade entre 55 e 59 anos); que estejam com sintomas relacionados à infecção oportunista ou com sintomas gripais. 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana