diamantino

Prefeito e deputados entregam 623 cartões do SER FAMÍLIA em Diamantino

Publicados

em


Com a presença de deputados e do secretário de desenvolvimento de Mato Grosso, Cesar Miranda, o prefeito de Diamantino realizou a entrega de 623 cartões do programa assistencial encabeçado pela primeira-dama Virgínia Mendes, o SER FAMÍLIA EMERGENCIAL que distribuirá R$ 150,00 durante 5 meses a famílias de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade em decorrência da pandemia do novo coronavírus aconteceu na manhã desta quinta-feira (06.05) no auditório da UNEMAT. Para evitar aglomerações, entrega foi simbólica e contemplou 65 famílias, representadas por uma pessoa cada.

Presentes, os deputados Dr. João Mattos (MDB) e Eduardo Botelho (DEM) enalteceram o programa dirigido pela primeira dama Virgínia Mendes que vai distribuir renda as famílias, explicando como funciona a distribuição e lembrando que a iniciativa nasceu no observatório socioeconômico da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

“Esse é o maior programa de distribuição de renda já feito em Mato Grosso que teve início lá atrás no observatório econômico da Assembleia Legislativa ainda na gestão do Eduardo Botelho que agora contemplará, graças a cooperação entre os Poderes e empenho da Virgínia, mais de 5 mil famílias de todo o estado, sendo 623 somente aqui em Diamantino”, disse Dr. João Mattos.

Para Botelho, a entrega dos cartões em Diamantino tem significado especial em razão de sua vida profissional e política ter sido iniciada na cidade.

“Eu tenho uma ligação muito forte com Diamantino e com a região em razão da minha história profissional e política ter sido iniciada por aqui; em 1983 vim para ser chefe da Rede Cemat e fiquei, fui professor, dono de restaurante, dono de empresa e por isso entendo as necessidades dos profissionais liberais dessa região, sobretudo nessa época de pandemia”, disse o deputado. “Os ambulantes, os professores de academia, os cabelereiros sofreram e ainda sentem estes efeitos das restrições ao comércio, por isso levamos para o governo esse projeto e hoje temos essa satisfação de colher os frutos do nosso trabalho”, conclui Eduardo Botelho.

MÃO SOLIDÁRIA

Em entrevista para o radialista Silvio José Piran da Rádio Conti de Diamantino, o prefeito Dr. Manoel Loureiro Neto (MDB) destacou a importância do programa estadual que atende 623 das 998 famílias cadastradas no CadÚnico e anunciou que está em processo de finalização o Projeto de Lei com pedido de autorização para iniciar o Programa Mão Amiga.

“Em meio a essa tristeza que é a pandemia esse programa que aumenta o aporte alimentar as famílias, deve ser comemorado e agradecido ao governador Mauro Mendes que destinou através da primeira dama R$ 150,00 por 5 meses a 623 famílias do município”, disse o prefeito.

“Essas famílias contempladas vieram através do cadastro do Bolsa Família onde temos 998 famílias cadastradas, mas para atender estas famílias estou terminando um projeto chamado “MÃO SOLIDÁRIA” que deverá passar pelo crivo do Legislativo para contemplar mais 500 pessoas com RECURSOS PRÓPRIOS da prefeitura, sendo 375 que não foram contempladas pelo programa do Estado e mais 125 famílias que vamos selecionar através da Secretaria Municipal de Assistência Social”, finaliza o gestor municipal.

anunciou que está em processo de finalização o Programa Mão Amiga, integralmente do Governo Municipal que após autorização do Legislativo, levará alento financeiro a estas

elogiou o programa elaborado pelos Poderes estaduais, que contemplou 623 das 998 famílias cadastradas no CadÚnico, anunciando que em complemento ao programa estadual lançará o Programa Mão Amiga que contemplará, após passar pelo crivo da Câmara de Vereadores, as 375 famílias que não puderam ser assistidas pelo Ser Família Emergencial.

Participaram do evento, os secretários municipais de gestão, o presidente da MT PAR, Wenner Santos e do Sr. Dauton Vasconcellos que ocupa a chefia de gabinete do deputado e presidente da ALMT Maxi Russi (PSB).

Comentários Facebook
Propaganda

diamantino

Governo de Diamantino ajusta Decreto e retoma horário integral nos órgãos do município

Publicados

em


O Governo de Diamantino, editou o Decreto de Lei 117/2021 determinando a adoção de novas regras para o funcionamento do comércio e dos órgãos públicos da gestão municipal, que retornam ao horário integral de funcionamento. As novas regras foram publicadas nesta sexta-feira (11.06) em diário oficial.

De acordo com o novo regimento adotado em razão da classificação de risco para a transmissão do novo coronavírus ter se mantido em “MODERADO”, todo o comércio fica autorizado a iniciar suas atividades a partir das 05 horas devendo encerra-las às 23 de segunda à domingo e determina que os órgãos de gestão da prefeitura retornem ao horário integral de funcionamento, sendo das 07 da manhã, às 17 horas, de segundas às sextas-feiras, sendo o atendimento ao público mantido apenas no período da tarde.

Fica mantido o toque de recolher para a circulação de pessoas, todos os dias a partir das 00:00 horas, perdurando até às 05:00 da manhã, exceto ao trânsito de pessoas em deslocamento de ida ou retorno dos serviços essenciais, bem como os dispositivos da Lei Municipal 1348/2021 que fixa multa de até R$ 5 mil a pessoas físicas e jurídicas que desobedecerem às regras de distanciamento social.

Ficam proibidas festas e reuniões de qualquer natureza, devendo os fiscais do PROCON, Vigilância Sanitária, da saúde e Conselho Tutelar dispersar aglomerações quando constatar o acúmulo maior do que 5 pessoas, salvo em razão de serviços essenciais.

O Decreto 117/2021 passa a vigorar a partir da tarde desta sexta-feira e tem validade pelos próximos 10 dias, podendo ser prorrogado conforme alterações na classificação de risco pela Secretaria de Estado de Saúde (SES/MT).

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana