Nossa Senhora do Livramento

Prefeito de Livramento não pensa decretar ‘lockdown’ no município

Publicado

O prefeito municipal Silmar de Souza (DEM) disse nesta quinta-feira (18) que não pensa em realizar lockdown por 15 dias em Nossa Senhora do Livramento, como sugerido ontem pelo Governo do Estado após o município papa-banana ultrapassar os mais de 40 casos ativos da Covid-19.

De acordo com o prefeito, de fato a classificação de risco ‘é muito alto’ no Sistema de Inteligência da Pandemia pela Secretaria de Estado de Saúde, mas que no momento não vê a necessidade para isso, mesmo presenciando dia a dia os casos crescerem no município.

Segundo o democrata, os números de contaminados em Livramento seguem sim em curva ascendente assustadora, mas somente na zona rural onde o lockdown dificilmente teria controle total da administração. Livramento apresentou ontem 75 casos positivos da doença, sendo 56 na zona rural contra 19 na zona urbana.

“Temos ciência dos números e também da nossa capacidade perante um lockdown. Primeiramente graças a Deus, ao toque de recolher, a barreira sanitária e uma melhor conscientização das pessoas estamos em baixo aumento de casos positivos na sede municipal. Em média um por dia. Saímos de nove no dia 8 de junho e chegamos nos 19 casos nesta quarta-feira.”

Já a zona rural, segundo o prefeito, os casos estão crescendo de maneira assustadora, “e é justamente lá que jamais teremos um controle absoluto para fechar a região, interditar vias, proibir deslocamentos de maneira mais profunda. O município é muito extenso e tem muitas vias secundárias de acesso”, pontuou.

Para o gestor, fazer um fechamento de vários pontos de acesso na região seria preciso o auxilio do Estado através de policiais militares. “É comum nos finais de semana descer multidão de pessoas de Cuiabá e Várzea Grande para visitar parentes e amigos no interior do nosso município, e sinceramente, não temos condições e nem equipe para tal, infelizmente”, esmoreceu Souza.

Fonte: AMM

Comentários Facebook
publicidade

municipios

Ladrões de garimpo são presos com detectores de metal

Os policiais receberam informações de que os autores do roubo ao garimpo estariam em uma casa no bairro Ouro Verde, na tentativa de vender alguns dos equipamentos das vítimas do roubo.

Publicado

por


PMMT

dectetadores apreendido

Suspeitos de roubo a garimpo são presos com detectores de metal

A Força Tática da Polícia Militar prendeu dois homens de 22 e 23 anos de idade com dois aparelhos detectores de metal, fones de ouvido e baterias, na tarde de quinta – feira (11.03), no bairro Ouro Verde, em Várzea Grande. A dupla teria roubado os equipamentos de um garimpo, horas antes da prisão, no Distrito de Figueral, em Nossa Senhora do Livramento (a 42 km de Cuiabá).

 

Os policiais receberam informações de que os autores do roubo ao garimpo estariam em uma casa no bairro Ouro Verde, na tentativa de vender alguns dos equipamentos das vítimas do roubo.

 

Durante a checagem da denúncia, a PM identificou os dois homens e deu início ao procedimento de abordagem pessoal, os suspeitos tentaram fugir, mas foram capturados logo em seguida e detidos pelos militares. Durante a tentativa da fuga, um dos suspeitos tentou se esconder dentro de sua residência, mas foi preso e disse que seu comparsa, que já estava detido em outra residência, havia guardado os equipamentos em sua casa para vender posteriormente.

 

Na verificação do imóvel, os policiais apreenderam, além do equipamento já citado, um revólver calibre 32 e apreendeu a motocicleta modelo Titan, utilizada na fuga. Os suspeitos foram presos e reconhecidos pelas vítimas que haviam sido rendidas no roubo ao garimpo.

 

Segundo os garimpeiros, dois homens chegaram ao garimpo por volta das 6h, em uma moto, quando renderam as vítimas que estavam em um carro chegando para trabalhar no local. O grupo de garimpeiros havia sido rendido e amarrado com cordas em árvores e tiveram seus pertences como carteiras, celulares e os equipamentos roubados pelos suspeitos. O carro também havia sido roubado na ação, mas foi encontrado horas depois, em um bairro da região.

 

A dupla foi conduzida à delegacia de flagrantes de Várzea Grande por crimes de roubo, sequestro e cárcere privado, posse ilegal de arma de fogo e resistência à prisão.

 

 

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana