diamantino

Prazo para pedidos de isenção no IPTU 2022 vai até 31 de março

Publicados

em


O Governo Municipal de Diamantino, concede a isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU 2022, aos proprietários de imóveis que se enquadrem em algumas categorias. O Prazo para a solicitação vai até o dia 31 de março.

O benefício é válido apenas para imóveis residenciais de área urbana do município de Diamantino e devem ser requeridas através de processo administrativo, cujo o modelo está disponível para download no site da prefeitura, ou no Protocolo Central (hall de entrada do Paço Municipal), localizado na Av. JPF Mendes, 2287, bairro Jardim Eldorado, sendo posteriormente protocolizado junto a documentos comprobatórios de enquadramento. O benefício tem validade de um ano e deve ser renovado no exercício fiscal subsequente de modo a comprovar que mantém os requisitos.

A protocolização do processo, pode ser realizada presencialmente no Paço Municipal ou eletronicamente, através do e-mail [email protected], ou pelo WhatsApp (65) 98458-1126. Confira abaixo quem pode solicitar o benefício.

Quem tem direito a isenção?

  • Pessoas viúvas com idade superior há 50 anos, ou pessoas idosas com mais de 65 anos de idade, com tenham renda familiar até 120 Unidades Padrão Fiscal de Diamantino – UPFD (R$ 4.281,16) e não tenham contraído novas núpcias ou esteja em relacionamento de união estável.
  • Imóvel residencial onde resida pessoa portadora de necessidades especiais, pacientes oncológicos, portadores do da síndrome da imunodeficiência adquirida – HIV, e pacientes que nefrológicos em tratamento, desde que seja proprietário do imóvel, cônjuge ou parente até 3º grau deste sob seus cuidados.
  • Em todos os casos, é vedado ao proprietário que realize edificações para o uso comercial do imóvel cujo pretende-se a isenção, sob pena de fim do benefício da isenção.

Como requerer a isenção do IPTU 2022?

O contribuinte interessado, deverá apresentar no Protocolo Central, ou nos canais eletrônicos até o dia 31 de março, os seguintes documentos:

  1. Comprovante da renda dos componentes da família que residam no imóvel. (apenas para pessoas viúvas, conforme citado)
  2. Declaração de que os membros da família, que habitam sob o mesmo teto, possuam apenas aquele imóvel e que residam no mesmo.
  3. Comprovante da viuvez, da invalidez, necessidade especial ou das enfermidades acima descritas.
  4. Documento que comprove a idade do requerente.

Vale ressaltar que a as informações, poderão ser constatadas ´in loco´, caso a autoridade fiscal entenda necessário e a comprovação a qualquer tempo de informações falsas e a apresentação de documentos inidôneos, ensejará a revogação do benefício, bem como a cobrança dos débitos tributários de forma retroativa do contribuinte.

Comentários Facebook
Propaganda

diamantino

Secretaria de Agricultura busca solução para abastecimento de água na comunidade do Teixeira

Publicados

em

Representantes da comunidade do Teixeira reuniram-se com o prefeito de Diamantino, Dr. Manoel Loureiro Neto, com a vereadora Michelle Carrasco e com o secretário municipal de Agricultura, Edson da Silva Giripoca para discutir soluções para a reivindicação dos moradores da comunidade do Teixeira que sofrem com o recorrente desabastecimento na região. O encontro aconteceu na última semana no Palácio do Parecis.

De acordo com o secretário, um estudo para a captação de água de lençóis freáticos foi realizado e em breve será executado com recursos próprios pela prefeitura em atendimento a comunidade.

“A comunidade do Teixeira é um importante polo produtor da agricultura familiar e com o aval do nosso prefeito podemos destinar esforços no sentido de sanar o problema da falta de água na localidade”, disse Edson.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana