BRASIL E MUNDO

Praias cariocas ficam cheias no último domingo da primavera

Publicados

em


source
Cariocas enchem praias no último dia da primavera
Tomaz Silva/Agência Brasil

Cariocas enchem praias no último dia da primavera

 No último domingo da primavera, o calor forte, já com cara de verão, levou cariocas e turistas para as praias do Rio, mesmo com a pandemia da Covid-19 seguindo em alta na cidade. Segundo o sistema Alerta Rio, a máxima prevista para hoje é de 38 graus, e não há previsão de chuva.

No Leblon e em Ipanema, as areias ficaram cheias, com pouco espaço entre os guarda-sóis e grupos que jogavam partidas de vôlei, altinha e beach tenis. Já no calçadão, o movimento era mais tímido do que em outros fins de semana, mas ainda assim, com um número considerável de frequentadores pedalando ou caminhando — muitos destes sem máscara, item imprescindível na prevenção ao novo coronavírus.

Em toda orla da Zona Sul havia também poucos carros estacionados. No início de dezembro, a prefeitura do Rio voltou a proibir o estacionamento na beira da praia nos fins de semana e feriados, assim como o fechamento de ruas que eram usadas como áreas de lazer aos domingos, como a Avenida Atlântica.

Comentários Facebook
Propaganda

BRASIL E MUNDO

G7 exige ação da Rússia contra crimes cibernéticos e “atividades malignas”

Publicados

em


source
 G7 exigiu da Rússia atitudes contra crimes cibernéticos
Reprodução/Flickr

G7 exigiu da Rússia atitudes contra crimes cibernéticos

O G7 , grupo dos sete países mais industrializados do mundo, exigiu neste domingo (13) que a Rússia tome medidas contra os que fazem ataques cibernéticos e usando ransomware a partir do país. O ransomeware é um ataque que restringe o acesso ao sistema infectado com uma espécie de bloqueio e cobra um resgate em criptomoedas para que o acesso possa ser restabelecido.

A reprimenda veio em um comunicado emitido após uma cúpula de três dias entre líderes do G7 no Reino Unido, que também pediu que Moscou “pare com seu comportamento desestabilizante e atividades malignas” e conduza uma investigação sobre o uso de armas químicas em território russo.

O comunicado diz que a Rússia precisa “responsabilizar aqueles que, dentro de suas fronteiras, conduzem ataques ransomeware, abusam de moedas virtuais para lavar dinheiro e outros crimes cibernéticos”. 

A questão está sob os holofotes após um ataque virtual ao Colonial Pipeline, maior tubulação de combustíveis dos Estados Unidos, e outro que interrompeu as operações norte-americanas e australianas do frigorífico JBS. 

A nota do G7 pede ações mais amplas contra ataques cibernéticos. “Pedimos que os estados identifiquem e interrompam redes criminosas de ransomware que operem de dentro de suas fronteiras e responsabilizem essas redes por suas ações”, diz o documento. 


O pedido por investigação sobre uso de armas químicas vem após o crítico do Kremlin Alexei Navalny ser atendido na Alemanha, com médicos alemães informando que foi um envenenamento com um agente nervoso de uso militar. Navalny acusa Putin de ordenar o envenenamento, mas o Kremlin nega as acusações. 

Fonte: IG Mundo

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana