REFORÇO

Pontal do Araguaia ganha Núcleo de Policiamento da Polícia Militar

Publicado


A realização de mais um concurso público para o cargo de soldado da Polícia Militar pelo Governo de Mato Grosso possibilitou ao Comando Regional 5, Barra do Garças, a instalação de mais uma Núcleo de Policiamento na área do Comando Regional 5, em Barra do Garças. A cidade de Pontal do Araguaia terá uma equipe destinada ao policiamento preventivo. O Núcleo será Comandado pelo 2º sargento Rivgano Oliveira de Souza e é subordinado ao 2º BPM. No total desde a data de 29 de maio, 452 soldados passaram a integrar a Instituição o que reforçou as ações de policiamento em todo Estado.

Estiveram presentes a solenidade o comandante do CR5, coronel Valdemir Benedito Barbosa, o tenente coronel Paulo Roberto Costa, comandante do 2º Batalhão da PM, Gerson Rosa de Moraes, o prefeito de Pontal do Araguaia e outras autoridades políticas do município, como a vice-prefeita Antônia Parreira, vereadores, além de alunos da rede de ensino municipal de Pontal do Araguaia.

“A Polícia Militar é Instituição que está presente em todos as regiões do Estado. Onde não existe hospital, farmácia, temos homens e mulheres dedicados ao serviço, trabalhando em prol da sociedade”, afirma o comandante geral da PM, coronel Antonio Benedito Campos Filho.

A cidade de Pontal do Araguaia está localizada a cerca de 520 km da capital, Cuiabá. A denominação Pontal do Araguaia, vem da forma geográfica do município, como uma ponta, situando-se entre os rios Garças e Araguaia. A Lei Estadual nº 5.097, de 20 de Dezembro de 1991, criou o município de Pontal do Araguaia.

PATRÍCIA NEVES
Assessoria PM/MT

Comentários Facebook
publicidade

turismo

Governo destina R$ 5 bilhões para ajudar setor de turismo durante pandemia

Dinheiro servirá para capital de giro de micro, pequenas, médias e grandes empresas de turismo

Publicado

Bom Jardim, município de Nobres em Mato Grosso | Foto: Marcos Bergamasco

O Poder Executivo publicou nesta sexta-feira (08.05) a Medida Provisória 963/20, que destina crédito extraordinário de R$ 5 bilhões para operações de crédito visando o financiamento da infraestrutura turística nacional. A fonte dos recursos é o superávit financeiro no Tesouro Nacional oriundo de concessões e permissões.

Segundo o Ministério do Turismo, a ideia é ajudar o setor diante dos impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus, em razão das medidas de distanciamento social necessário ao controle da Covid-19. O dinheiro servirá para capital de giro de micro, pequenas, médias e grandes empresas, além de resguardar empregos.

Em abril, informou o ministério, uma portaria alterou regras de empréstimos do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) para operadores devidamente cadastrados. Houve redução dos juros para capital de giro, de 7% para 5% ao ano, e ampliação da carência do início de pagamento das parcelas, de seis meses para um ano.

Tramitação

Conforme o Ato Conjunto 1/20, das Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, as medidas provisórias que tratam de crédito extraordinário deverão seguir um rito sumário durante a pandemia. Assim, inicialmente a MP 963 deverá ser examinada diretamente no Plenário da Câmara, sem passar antes por uma comissão mista.

Como esse mesmo ato conjunto também faculta a cada Casa dispor sobre procedimentos adicionais, o Senado, por determinação do presidente Davi Alcolumbre, não votará nenhuma das MPs de crédito extraordinário destinadas ao combate à Covid-19. Segundo Alcolumbre, a execução dessas despesas independe da aprovação de parlamentares.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana