POLÍCIA

Policiais resgatam idoso que sofria maus-tratos de cuidadora

Publicados

em

Policiais militares do 6º Batalhão prenderam em flagrante, nesta terça-feira (21.06), uma mulher, de 59 anos, por maus-tratos contra um idoso, de 79 anos, no bairro Jardim São Luiz, no município de Cáceres (221 km de Cuiabá).

De acordo com informações do boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada, via Ciosp, pois havia um idoso sendo vítima de maus-tratos em sua própria residência. A suspeita, sobrinha da vítima, era cuidadora home-care.

Os policiais então se deslocaram até o endereço e foram informados pela prima do idoso que a vítima sofre agressões físicas e psicológicas por parte da suspeita, que também não o alimenta corretamente.

Ela ainda relatou à Polícia Militar que nesta terça-feira presenciou a suspeita empurrar o idoso que caiu ao chão. A mulher ainda disse que a suspeita tem acesso a aposentadoria da vítima.

Os policiais então foram até a casa e viram que o local estava fechado. Após chamar por diversas vezes, a vítima saiu apresentando um forte odor de urina. Em seguida, compareceu a suspeita se apresentando como responsável do idoso. Os policiais fizeram uma varredura no interior da casa e um dos quartos que continha geladeira, fogão e alimentos estava trancado.

O idoso confessou ser vítima das agressões. Por estar debilitado e apresentando fraqueza, não pode ser encaminhado à delegacia e ficou aos cuidados da testemunha. Já a suspeita foi encaminhada à delegacia para registro do boletim de ocorrência e demais providências que o caso requer.

Disque-denúncia 

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do 190, ou disque-denúncia 0800.065.3939.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Dois jovens são assassinados violentamente em Cáceres

Publicados

em

Por João Arruda | Cáceres 

A população de Cáceres, a 210 quilômetros a oeste de Cuiabá, assistiu na tarde desta sexta-feira (01.07), mais dois assassinatos.

Os jovens Gabriel Dimas da Silva, de 21 anos e Rubens José da Silva Brito, 23 anos, foram executados a tiros na estrada vicinal na região do Ribeirão Piraputanga, nos arredores da área urbana de Cáceres.

Não há maiores informações sobre as causas, fontes do meio policial, limitaram dizer através de “informes ” que ambos trabalhavam como diaristas num abatedouro de reses que funcionam naquela região.

Os corpos foram encontrados ao lado da Motocicleta que a dupla utilizava para o transporte até o trabalho, sem documentos.  A identificação se deu na Polícia Técnica anexa ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania- Cisc.

Com mais esse duplo homicídio os moradores da cidade fronteiriça, assiste perplexa o assombroso número de vítimas, numa guerra sangrenta que até mesmo às autoridades das forças de segurança pública admitem estar fora do controle.

As mortes ocorrem até mesmo com sol a pino, não um ponto dos quadrantes do município imune aos assassinatos.

Em recente entrevista a imprensa de Mato Grosso o coronel Alexandre Mendes,  atual comandante Geral da Polícia Militar, admitiu que Cáceres está no meio de uma disputa violenta travada por duas facções criminosas, que se rivalizam desde os presídios até o subterrâneo das organizações que atuam na aquisição,  introdução e revenda de cocaína,  decorrente,  principalmente da Bolívia que possui extensa fronteira e, que  tem em escala industrial a matéria prima da droga extraída das folhas de coca e transformada em pasta base, orçada,  segundo fontes policiais,  em R$ 7 mil cada quilo, lá no território boliviano ao ser internada no Mato Grosso o valor dobra.

João Arruda é repórter em Cáceres | Mato Grosso

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana