POLÍCIA FEDERAL

Policiais Federais e Policiais Civis prendem homem em flagrante por contrabando de cigarros em Itaipulândia/PR

Publicado


Foz do Iguaçu/PR – Na quarta-feira, 28/10, equipe de policiais federais e policiais civis do COPE/PR, durante diligências na região de Itaipulândia, na linha Lindamar, percebeu a movimentação de embarcações às margens do Lago de Itaipu.

Ao se aproximarem, foi encontrado um carro conduzido por um homem, saindo das proximidades de um porto clandestino no local. Após abordagem, foram encontradas 54 caixas de cigarro de origem estrangeira.

O carro, o condutor e as caixas de cigarro foram encaminhados à Delegacia da Polícia Federal de Foz do Iguaçu/PR onde foi lavrado o auto de prisão em flagrante.

Fazem parte do Programa V.I.G.I.A. e desta operação interagências equipes da POLÍCIA FEDERAL, COBRA/BPFRON e COE/BOPE da PMPR, TIGRE/PCPR, BOPE/PMMS, FORÇA NACIONAL e EXÉRCITO BRASILEIRO, com apoio da SEOPI – Secretaria de Operações Integradas/MJSP.

 

 

Comunicação Social da Polícia Federal em Foz do Iguaçu

Contato: (45)3576-5515

 

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA FEDERAL

PF deflagra Operação Octopus na Região dos Lagos, no Rio de Janeiro

Publicado


Macaé/RJ – Nesta terça-feira (24/11), a Polícia Federal e o Ministério Público Federal (MPF), em conjunto com a Controladoria Geral da União (CGU), deflagraram a Operação Octopus, com o fim de investigar desvio de recursos públicos em municípios localizados na Região dos Lagos do Rio de Janeiro.

A ação conta com a participação de 41 agentes públicos da PF, MPF e CGU, que cumprem 10 mandados de busca e apreensão nas Prefeituras e Secretarias Municipais de Saúde de Búzios, Araruama, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Iguaba Grande.

As investigações partiram do compartilhamento de informações da Operação Scepticus, na qual se apurou fraude na aplicação de recursos do Fundo Municipal de Saúde nos municípios de Carapebus e Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

Os indícios apontam que o mesmo esquema criminoso pode estar sendo replicado nas cidades da Região dos Lagos, com vasto prejuízo ao erário público. São alvos da investigação pelo menos sete contratações com as empresas envolvidas.

Dentre as suspeitas de fraude verificadas, estão a escolha de empresas com sede em endereços residenciais, sem empregados e bens.

Os contratos sob investigação se aproximam de R$ 30 milhões.

 

Comunicação Social da Polícia Federal no Rio de Janeiro

[email protected] | www.pf.gov.br

(21) 2203-4404 / 4405 / 4406 / 4407

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana