POLÍCIA

Policiais do 4º Batalhão prendem dupla com espingardas, munições e maconha em VG

Publicados

em


Nesta segunda-feira (13.09), policiais do 4º Batalhão prenderam dois homens por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, na Comunidade Sadia III, em Várzea Grande. Na ação foram apreendidas duas espingardas, munições e porções de maconha.

Por volta das 09h30, os policiais foram informados via 190, de que havia um homem vendendo drogas em sua residência. Segundo o comunicante, o suspeito teria efetuado disparos de arma de fogo na região. De imediato, a Polícia Militar realizou diligências e avistou o homem com as mesmas características. Com a aproximação da viatura, ele tentou fugir, mas foi pego.

Na abordagem, os militares encontraram em seu bolso porções de maconha e um celular danificado. O suspeito acabou assumindo que utilizava o aparelho celular para aplicar golpes na internet. O suspeito confirmou que estava envolvido com o tráfico de drogas e confessou que escondia armas de fogo em um endereço residencial, na Comunidade Sadia III.  No local, os militares prenderam o outro suspeito. Durante buscas, a PM localizou em um dos cômodos mais porções de drogas e munições calibre 32 e 36.

Os suspeitos foram encaminhados à Central de Flagrantes. A ocorrência foi entregue para a Delegacia da Polícia Judiciária Civil. 

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia invade a prefeitura e prende o chefe de gabinete do Prefeito de Cuiabá

Publicados

em

A Polícia amanheceu na porta da Prefeitura de Cuiabá, nesta terça-feira (19/10) e, além de afastar o prefeito, levou preso o chefe de gabinete Antônio Monreal Neto. A prisão temporária decretada pelo tribunal de Justiça de Mato Grosso e faz parte de um conjunto de mandados que incluem busca e apreensão contra ele, o prefeito Emanuel Pinheiro e a esposa Márcia Aparecida Kuhn Pinheiro, a secretária adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos, Ivone de Souza e o ex-coordenador de Gestão de Pessoas Ricardo Aparecido Ribeiro. Formado em Direito, Antônio Neto trabalha com o prefeito desde 2014, onde foi assessor juridico.

A ação foi coordenada pelo Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco) do Ministério Público e tem apoio da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor), da Polícia Civil. As investigações que originaram o pedido fazem parte da ‘Operação Capistrum’, deflagrada após investigações originadas no Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa da capital, apontar ilícitos na Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

Além da medida criminal determinada pelo Tribunal de Justiça, o Ministério Público propôs, através do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, ação cível por ato de improbidade administrativa contra os acusados visando a aplicação das sanções da lei de improbidade, bem como apresentou pedidos de indisponibilidade de bens e afastamento de agentes públicos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana