POLÍCIA

Polícia Militar participa de seminário sobre crimes e adulteração de cargas em Rondonópolis

Publicados

em

A Polícia Militar, por meio do 4º Comando Regional, participa do 1º Seminário Sobre Roubo, Adulteração e Furto de Fertilizantes, realizado nesta segunda e terça-feira (30 e 31.05), no auditório do Sest Senat, em Rondonópolis. 

O evento, que conta com o apoio da PM, é idealizado pela Associação Nacional das Empresas Agenciadoras de Transporte de Cargas (ANATC). O objetivo é o debate de soluções e a criação de uma rede de cooperação para aumentar a segurança das estradas, para proteger os trabalhadores e riquezas que circulam por Mato Grosso e pelo Brasil.

O 4° Comando Regional e representantes de todos os outros Comandos Regionais da Polícia Militar participam com seu efetivo para adquirir conhecimentos e trocar experiências com as demais organizações governamentais e civis envolvidas no contexto do combate ao crime contra o transporte e o agronegócio.

“O objetivo do seminário é a instrução, de forma bastante positiva, da Polícia Militar e de todas as outras forças de segurança para que possamos combater de forma mais evidente e ostensivamente os crimes contra roubos, furtos, adulterações e desvios de cargas”, explique o tenente-coronel Gleber Candido Moreno, comandante do 5º Batalhão da PM, em Rondonópolis.

Dentre as instruções e palestras, está a explanação e troca de experiências da Patrulha Rural Georreferenciada da PMMT, o conhecimento no setor de transportes ministrada pela ANATC, e o contexto nacional compartilhado pelo DNIT.

O evento contou com a presença de representantes do legislativo, como o senador da República Wellington Fagundes e os deputados estaduais Max Russi e Claudiney. Também participam do evento representantes da Polícia Judiciária Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Poder Judiciário e também de diversas empresas do setor privado.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Técnico em agropecuária morre soterrado em silo de soja em Mato Grosso

Publicados

em

O técnico em agropecuária, Davi Gabriel Lopes Oliveira, 20 anos, morreu soterrado em um silo de soja, nesta quarta-feira (11.08), enquanto prestava serviços em uma fazenda do município de Vila Bela da Santíssima Trindade (a 527 km de Cuiabá). 

Segundo a Polícia Civil, o técnico e mais dois funcionários realizavam a limpeza do local e em determinado momento, parte da soja armazenada no interior cedeu, soterrando o jovem.

A equipe do Corpo de Bombeiros (CBM) foi acionada para realizar as buscas. A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) esteve no local. A Polícia Civil investiga o acidente.

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) de Cáceres (a 218 km da Capital), em nota, lamentou o ocorrido. Ele foi estudante da instituição entre os anos 2018 e 2020, quando cursou o ensino médio integrado à formação técnica em agropecuária.

“A direção-geral do campus, em nome de servidoras e servidores, presta solidariedade à família de Davi e aos amigos e colegas de turma pela perda irreparável”.

Davi foi velado na Gleba ‘Colônia dos Mineiros’, em Comodoro. O jovem teria completado

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

TECNOLOGIA

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana