POLÍCIA FEDERAL

Polícia Federal realiza a prisão de indivíduo por porte ilegal de arma de fogo

Publicados

em


Santa Vitória do Palmar/RS – A Polícia Federal, na terça-feira (20/4), efetuou a prisão em flagrante de um homem por porte ilegal de arma de fogo. O indivíduo foi abordado por uma equipe de policiais federais à paisana, na oportunidade em que caminhava em atitude suspeita próximo à estação rodoviária de Santa Vitória do Palmar.

Em revista pessoal, foi encontrado na cintura do suspeito um revólver calibre 22., sem que o mesmo tivesse autorização para portar o armamento.

Diante dos fatos, o flagrado foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Federal da região, tendo sido preso em flagrante pelo crime de porte de arma de fogo de uso permitido, previsto no artigo 14 do Estatuto do Desarmamento, com pena de dois a quatro anos de reclusão.

Em razão do pagamento de fiança, o homem foi liberado, com o encaminhamento do flagrante à Justiça Estadual, para a continuidade das investigações e maiores apurações.

Comunicação Social da Polícia Federal em Santa Vitória do Palmar

Fone: (53) 99148-0838

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

PF combate a exploração sexual infantil na internet

Publicados

em


Belo Horizonte/MG – Nesta terça-feira (18/5), dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescente, a Polícia Federal deflagrou operação no combate à exploração sexual infantil pela internet.

Após três meses de investigação, foram identificados que usuários da rede mundial de computadores compartilhavam arquivos com conteúdo de abuso sexual infantil.

A Polícia Federal representou por dois mandados de busca e apreensão perante a 35ª Vara Federal de Minas Gerais, os quais foram expedidos pelo juízo competente e cumpridos pela PF, sendo um na capital e outro na cidade de Congonhas/MG.

O cumprimento dos mandados resultou na apreensão de diversos dispositivos eletrônicos, os quais passarão por perícia na Superintendência de Polícia Federal em Minas Gerais.

As investigações prosseguirão a fim de se determinar toda a extensão das condutas delituosas cometidas, podendo os investigados responder como incursos nas penas dos crimes previstos nos artigos 241-A (pena de reclusão de 3 a 6 anos e multa) e 241-B (pena de reclusão de 1 a 4 anos e multa) do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde, a Polícia Federal prossegue com seu trabalho.

Comunicação Social da Polícia Federal em Minas Gerais

[email protected] | www.pf.gov.br

Contato: (31) 3330-5270

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana