POLÍCIA FEDERAL

Polícia Federal combate o tráfico de entorpecentes no Aeroporto Internacional dos Guararapes

Publicados

em


Recife/PE – A Polícia Federal prendeu em flagrante, no sábado (31/7), no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, um homem, de 39 anos, natural de Quipapá/PE. Ele foi flagrado quando transportava em sua bagagem cerca de 3,9 kg de cocaína.

A prisão aconteceu durante os trabalhos de fiscalização da Polícia Federal destinados a reprimir o tráfico de entorpecentes, bem como outros tipos de crimes praticados no Aeroporto Internacional dos Guararapes – Gilberto Freyre.

O suspeito foi autuado pela prática do crime de tráfico de entorpecentes (art. 33 da Lei nº 11.343/2006) e, caso seja condenado, poderá pegar penas que variam de 5 a 20 anos de reclusão.

Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco

Contato: (81) 2137-4076
E-mail: [email protected]

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA FEDERAL

Operação Blindagem Metálica investiga fraudes tributárias em São Paulo

Publicados

em


São Paulo/SP – A Polícia Federal, em trabalho conjunto com o Ministério Público Federal e Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira (28/9) a Operação Blindagem Metálica, visando desarticular estrutura de empresas voltadas para a prática dos crimes de sonegação fiscal, falsidade ideológica e outras fraudes tributárias.

Participam da deflagração 280 policiais federais, que cumprem 55 mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal em Taubaté/SP. Os trabalhos estão sendo executados em endereços de São Paulo/SP, Pindamonhangaba/SP, cidades da região metropolitana de Sorocaba/SP, Mogi Mirim/SP, São José dos Campos/SP, além de outros Estados da Federação, como Rio de Janeiro, Paraná, Mato Grosso do Sul, Distrito Federal, Santa Catarina e Minas Gerais.

As investigações apontam que empresas, conhecidas como “noteiras” e “blindadoras”, emitiam notas fiscais inidôneas, simulando compra e venda de sucata de alumínio e alumínio bruto, com a finalidade de gerar créditos fiscais fictícios às empresas do grupo principal investigado.

Mediante subterfúgios contábeis e comerciais, há indícios de que, mensalmente, as empresas envolvidas ajustavam fluxo de quantidade de produtos de interesse, notas fiscais, pagamentos e até simulação de transporte de mercadorias inexistentes, objetivando confundir os órgãos de fiscalização, em especial quanto às operações fictícias de compra e venda de sucata de alumínio ou de alumínio bruto, descritas em notas fiscais.

Até o momento, em decorrência das fraudes tributárias investigadas, foram identificadas sonegações fiscais que atingiram a soma de, aproximadamente, R$ 678 milhões.

As investigações continuam e os envolvidos poderão, em tese, ser responsabilizados pelos crimes de organização criminosa, sonegação fiscal, falsidade ideológica, uso de documento falso e fraude tributária.

A entrevista coletiva será às 10:30h na Superintendência Regional da PF em São Paulo (Rua Hugo D’Antola, 95 – Água Branca, São Paulo – SP). Além da coletiva presencial aos jornalistas, esta será transmitida ao vivo pelo Instagram, no endereço @pfsaopaulo.

Comunicação Social da Polícia Federal em São Paulo

Contato: (11) 3538-5013

[email protected]

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana