Comodoro

Polícia cumpre mandados de buscas para esclarecer desaparecimento

A operação foi desencadeada para coleta de elementos que possam auxiliar no esclarecimento do desaparecimento de Luciano Claudemir de Oliveira, conhecido como “Mudinho”, ocorrido em  20 de abril.

Publicado

A Polícia Civil de Comodoro (644 km a Oeste de Cuiabá) com apoio da equipe da Delegacia de Campos de Júlio (553 km a Nordeste da Capital) deflagrou na sexta-feira (22.05), a operação Porto Seguro com objetivo de dar cumprimento a três ordens de busca e apreensão em investigações de um desaparecimento no município.

A operação foi desencadeada para coleta de elementos que possam auxiliar no esclarecimento do desaparecimento de Luciano Claudemir de Oliveira, conhecido como “Mudinho”, ocorrido em  20 de abril.

Durante as buscas em um dos alvos, as equipes localizaram duas armas de fogo com numeração não identificadas, sendo uma espingarda, calibre 38, sete cartuchos do mesmo calibre, uma espingarda de pressão, um aparelho celular, quatro motosserras e um animal silvestre abatido.

Questionado, o suspeito disse que não possui documentação das armas, motosserras e cartuchos encontrados na casa. Diante dos fatos, foi realizada a apreensão do material e a condução do investigado à Delegacia de Comodoro onde foi lavrado o flagrante de posse ilegal de armas de munições.

Leia mais:  Polícia Civil prende autor de roubos e suspeito de entrar com drogas em presídio

Em outra residência alvo de mandado, foram apreendidos vários objetos identificados como da vítima desaparecida. No local, os policiais apreenderam uma motosserra, vários molinetes, quatro aparelhos celulares, uma bolsa de ferramentas, além de uma motocicleta.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Comodoro para prestar esclarecimentos e para as providências relacionadas ao caso. As investigações continuam em andamento.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Governo vai investir quase R$ 4,9 milhões em compra de farda para Polícia Militar

Publicado


.

Por meio do programa Tolerância Zero, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) vai investir R$ 4,88 milhões para a aquisição de fardamento operacional para quase 7,5 mil policiais militares de Mato Grosso, de soldado a coronel. Os recursos são oriundos do Tesouro Estadual.

Além da compra do uniforme operacional, os policiais lotados nas tropas especializadas como Força Tática, Bope, Rotam, Batalhão de Trânsito, Cavalaria, Batalhão Ambiental, dentre outros, também serão contemplados com as aquisições.

“Os recursos para aquisição já estão em caixa e a Polícia Militar precisa deste importante investimento que o Governo do Estado está fazendo. A segurança pública é uma prioridade do governador Mauro Mendes”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

O processo de compra se dará pelo Comando Geral da Polícia Militar. De acordo com as informações do comandante-geral da corporação, coronel PM Jonildo José de Assis, será realizado um pregão para a compra do fardamento das tropas especializadas e para a farda operacional.

Leia mais:  PM flagra suspeito enterrando maconha em quintal de residência

Assis destaca que a PM já fez a adesão a uma ata de registros de preços, passo fundamental, e está adotando outras medidas no sentido de agilizar a aquisição do fardamento.

O comandante diz que é prioridade e compromisso atender todos os policiais militares com fardas, armamentos e outros equipamentos de uso pessoal, assim como a infraestrutura necessária ao bom desenvolvimento das atividades policiais e prestação de serviços de qualidade à sociedade.

“O Governo do Estado e a Secretaria de Segurança Pública entenderam que mesmo em momento de crise, o investimento no fardamento é necessário e disponibilizaram verbas para a aquisição”.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana