POLÍCIA

Polícia cumpre mandados contra envolvidos na prática de crimes em Poconé

Publicados

em

A Polícia Civil de Poconé (104 km ao sul de Cuiabá) deflagrou na manhã desta quarta-feira (27.01) a Operação Dislike para cumprimento de oito ordens judiciais com objetivo de desarticular grupos criminosos e esclarecer diferentes crimes ocorridos no município.

A ação deflagrada com base em investigações da  Delegacia de Poconé conta com apoio de equipes de unidades da Regional de Várzea Grande, Polícia Militar e do Canilfron.

Entre os alvos da operação está um traficante de drogas, apontado como o autor de uma tentativa de homicídio ocorrida no dia 12 de novembro no município. Na ocasião, a vítima foi até a casa do suspeito e tentou barganhar uma pedra de crack pelo valor de R$ 8, sendo o valor cobrado R$ 10.Os mandados, sendo quatro de prisão e quatro de busca e apreensão domiciliar, foram decretados contra suspeitos que tiveram o envolvimento identificado em crimes de tentativa de homicídio, tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e organização criminosa armada.

O traficante colocou o usuário para fora, o ameaçando de morte, porém a vítima permaneceu em frente a casa, momento em que o suspeito saiu e efetuou cinco disparos contra o rosto e o braço da vítima.

Os suspeitos aparecem em um vídeo veiculado em grupos de WhatsApp em que portam armas de fogo (revólveres e pistolas) e fazem gestos em alusão à facção criminosa. Como trilha de fundo, um funk enaltece a prática de crimes e a atuação de criminosos.Os outros três alvos foram identificados em inquérito policial para apurar crimes de porte irregular de arma de fogo de uso permitido, integrar organização criminosa majorado pelo emprego de arma de fogo e associação criminosa armada.

No vídeo, foram identificados quatro suspeitos, porém um deles, João Vitor Aparecido de Arruda, foi vítima de homicídio ocorrido no dia 06 de dezembro, em Poconé.

“Os identificados possuem antecedentes criminais e segundo informações são integrantes de facção criminosa. A operação tem o objetivo de colher elementos que comprovem o envolvimento com a prática dos crimes, assim como a apreensão de drogas, armas de fogo e outros objetos de origem ilícita.De acordo com o delegado de Poconé, Maurício Maciel Pereira Júnior, a operação tem o objetivo de levantar novos elementos que contribuirão para as investigações, assim como impedir que os suspeitos identificados continuem atuando na prática de crimes no município.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Força-tarefa conclui 150 inquéritos policiais de Juruena e Cotriguaçu em cem dias

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma força-tarefa composta por policiais civis das Delegacias de Cotriguaçu e Juruena concluíram e encaminharam ao Ministério Público Estadual 150 inquéritos policiais finalizados em 100 dias de trabalho.

Coordenada pelo delegado Philipe de Paula da Silva Pinho, o trabalho envolveu dedicação e diária da equipe, com a participação de nove investigadores, um escrivão e o delegado. “Foram dias de entrega da equipe, diligenciando para cumprir as cotas do Ministério Público e esquadrinhar cada procedimento, verificando as soluções cabíveis para cada caso. Nós cumprimos nosso dever e entregamos à sociedade o resultado”, pontuou o delegado. 

Com a redução dos inquéritos nas duas delegacias será possível entregar um melhor atendimento à sociedade dos dois municípios, dando maior atenção aos casos graves. “Nós antes tínhamos que lidar com mais de 180 inquéritos por delegacia, estávamos sufocados por problemas simples de se resolver. Inquéritos com mais de 10 anos sem solução que, finalmente, colocamos um ponto final e oferecemos uma resposta ao povo de Cotriguaçu e Juruena”.

Os trabalhos da força tarefa foram encerrados nesta semana e agora as equipes das delegacias vão se dedicar à investigação dos crimes complexos cujos inquéritos estão em andamento.

“Eu quero deixar aqui meus parabéns para cada um desses servidores, investigadores, investigadoras e escrivão, que se doaram de forma absoluta . Se não fosse pelo empenho deles, com toda certeza nos não teríamos alcançado um número tão expressivo de inquéritos em um prazo tão curto. Isso demonstra o compromisso que esses policiais têm com a sociedade em que vivem”, finalizou o delegado. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana