POLÍCIA

Polícia Civil recupera objetos e prende autor de furto e receptador em Tabaporã

Publicados

em

Um furto a residência ocorrido no município de Tabaporã (643 km a Médio-Norte de Cuiabá) foi rapidamente esclarecido pela Polícia Civil, na terça-feira (22.06), com a prisão dos dois envolvidos no crime e a recuperação dos objetos subtraídos.

As investigações iniciaram na manhã de terça-feira (21), quando a vítima procurou a Delegacia de Tabaporã para comunicar o furto, relatando que havia sido subtraído de sua residência diversos objetos, como televisão, ventilador, botijão de gás, celular, máquina fotográfica e roteador.

Logo após a comunicação, os policiais civis iniciaram as diligências conseguindo informações sobre um homem, que morava próximo a vítima, e que havia adquirido diversos objetos recentemente de origem duvidosa.

Com base nas informações, os policiais foram até a residência do suspeito, que questionado confessou que havia adquirido parte dos objetos pelo valor de R$ 400 com o autor do furto. Na casa foram encontrados a televisão, o roteador, o ventilador, o celular e o botijão de gás subtraídos da vítima.

Em continuidade as diligências, os policiais conseguiram localizar e prender o autor do furto, na Praça Central da cidade. Os dois suspeitos foram conduzidos para a Delegacia de Tabaporã, onde após serem interrogados pelo delegado, Bruno Palmiro, foi lavrado o flagrante de pelos crimes de furto e receptação.

Os materiais recuperados foram restituídos à vítima. 

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Dois jovens são assassinados violentamente em Cáceres

Publicados

em

Por João Arruda | Cáceres 

A população de Cáceres, a 210 quilômetros a oeste de Cuiabá, assistiu na tarde desta sexta-feira (01.07), mais dois assassinatos.

Os jovens Gabriel Dimas da Silva, de 21 anos e Rubens José da Silva Brito, 23 anos, foram executados a tiros na estrada vicinal na região do Ribeirão Piraputanga, nos arredores da área urbana de Cáceres.

Não há maiores informações sobre as causas, fontes do meio policial, limitaram dizer através de “informes ” que ambos trabalhavam como diaristas num abatedouro de reses que funcionam naquela região.

Os corpos foram encontrados ao lado da Motocicleta que a dupla utilizava para o transporte até o trabalho, sem documentos.  A identificação se deu na Polícia Técnica anexa ao Centro Integrado de Segurança e Cidadania- Cisc.

Com mais esse duplo homicídio os moradores da cidade fronteiriça, assiste perplexa o assombroso número de vítimas, numa guerra sangrenta que até mesmo às autoridades das forças de segurança pública admitem estar fora do controle.

As mortes ocorrem até mesmo com sol a pino, não um ponto dos quadrantes do município imune aos assassinatos.

Em recente entrevista a imprensa de Mato Grosso o coronel Alexandre Mendes,  atual comandante Geral da Polícia Militar, admitiu que Cáceres está no meio de uma disputa violenta travada por duas facções criminosas, que se rivalizam desde os presídios até o subterrâneo das organizações que atuam na aquisição,  introdução e revenda de cocaína,  decorrente,  principalmente da Bolívia que possui extensa fronteira e, que  tem em escala industrial a matéria prima da droga extraída das folhas de coca e transformada em pasta base, orçada,  segundo fontes policiais,  em R$ 7 mil cada quilo, lá no território boliviano ao ser internada no Mato Grosso o valor dobra.

João Arruda é repórter em Cáceres | Mato Grosso

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

Mais Lidas da Semana