POLÍCIA

Polícia Civil recupera em Nova Mutum carreta roubada em Diamantino

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Uma carreta carretada carregada com mais de 30 toneladas de vergalhão de ferro, produto de roubo ocorrido no município de Diamantino (208 km a médio-norte de Cuiabá) foi recuperada pela Polícia Civil, na quinta-feira (13.01), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Nova Mutum (264 km a médio-norte da Capital).

O roubo com restrição de liberdade da vítima ocorreu na quarta-feira (12), quando o motorista da carreta Volvo seguia na BR 163, sentido a Sinop, e foi abordado por dois homens que desceram de um veículo, em posse de uma arma de fogo e anunciaram o assalto.

Os criminosos colocaram a vítima na boleia do caminhão e transitaram com ela por aproximadamente meia hora até levarem o motorista até um cativeiro na beira da mata. Além da carga, dentro do caminhão havia dois cheques e o valor de R$ 2 mil em dinheiro.

A vítima conseguiu se libertar do cativeiro, ocasião em que pediu por ajuda. Assim que foi acionada do roubo, a equipe da Derf de Novo Mutum iniciou as diligências para identificar os suspeitos do roubo e localizar o veículo.

Com as informações levantadas pelo motorista e pela transportadora, o caminhão volvo fh/460 foi recuperado juntamente a carga. O veículo estava abandonado a aproximadamente 10 km de Nova Mutum em uma estrada vicinal.

As investigações seguem em andamento para identificar os autores do crime.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Após descumprir medida e ameaçar ex-mulher, homem tem prisão cumprida pela Polícia Civil

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Policiais da Delegacia da Polícia Civil em Sorriso prenderam na segunda-feira (17.01) um homem de 28 anos que descumpriu determinação judicial de não se aproximar de sua ex-companheira.

A equipe do Núcleo de Crimes de Violência Doméstica e Crimes Sexuais localizou o agressor no bairro Santa Maria e o encaminhou à delegacia para a formalização do mandado de prisão expedido pelo juízo da 2a Vara Criminal de Sorriso.

Mesmo após ser intimado em outibro do ano passado sobre medida protetiva deferida em favor da ex-companheira e que determinava que o suspeito não se aproximasse da vítima, ele continuou a ameaçá-la e persegui-la, inclusive dizendo que a mataria.

Diante do descumprimento da medida protetiva imposta judicialmente, a Polícia Civil representou pela prisão do suspeito.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana