POLÍCIA

Polícia Civil realiza oitivas de familiares e pacientes atendidos por hospital de Cuiabá

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT

A delegada da Polícia Civil, Luciani Barros Pereira de Lima, da 2ª Delegacia de Cuiabá (Planalto), continua nesta semana com as oitivas de familiares de pessoas que foram hospitalizadas em uma unidade particular de saúde em Cuiabá e citadas no boletim de ocorrência registrado por uma técnica de enfermagem que atuou no hospital e na semana passada denunciou supostos atos de negligência.

Familiares de cinco pessoas que estiveram internadas no hospital procuraram a Polícia Civil. As informações relatadas por essas famílias estão sendo apuradas.

A delegada informou que dois pacientes que passaram por atendimento no hospital serão ouvidos pela equipe da delegacia em suas residências, porque não apresentam condições de comparecer à unidade policial.

O hospital encaminhou os documentos solicitados pela delegada, que serão analisados. A delegada vai requisitar também ao hospital os prontuários médicos dos pacientes relatados nas denúncias.

A pedido da autoridade policial, a Perícia Técnica e Oficial do Estado já coletou as imagens das câmeras da unidade de saúde.

Todas as informações reunidas nas diligências coordenadas pela delegada fazem parte do Auto de Investigação Preliminar instaurado para apurar os fatos relatados na denúncia feita pela técnica de enfermagem.

Na semana passada, a delegada Luciani Barros ouviu em depoimento a técnica de enfermagem que relatou as supostas denúncias em um boletim registrado na Central de Ocorrências de Cuiabá, no dia 5 de abril.

A delegada destaca que todas as denúncias apresentadas pela profissional de saúde estão sendo apuradas, assim como analisados os documentos já recebidos, entre outras informações que se fizerem necessárias para o esclarecimento dos fatos registrados.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Depois de diversas tentativas de se esconder, foragido de MT por homicídio bárbaro é localizado no litoral catarinense

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT 

A trajetória de fugas de um foragido da Justiça, que cometeu um bárbaro homicídio no interior de Mato Grosso, chegou ao fim com a captura do criminoso nesta segunda-feira (10), na cidade de Balneário Camboriú, no litoral catarinense. A prisão ocorreu depois de informações repassadas pela Gerência de Polinter e Capturas de Mato Grosso à Polícia Civil de Santa Catarina, que levaram à prisão do homem de 30 anos. 

A Polinter recebeu no início deste ano uma solicitação de apoio da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cáceres para localizar o atual paradeiro do fugitivo, que foi identificado como autor de brutal homicídio ocorrido o em 11 de fevereiro de 2011, que vitimou Benedita de Paula Nunes, de 27 anos. A vítima foi cruelmente espancada e torturada até a morte e encontrada em sua residência totalmente despida e com várias lesões no corpo. O crime chocou moradores da cidade diante da gravidade e da forma cruel como a vítima foi morta.

Com o avanço das investigações realizadas pela DEDM de Cáceres e com a autoria do crime definida, após representação criminal da autoridade policial, o Poder Judiciário decretou em outubro de 2019 a prisão preventiva do investigado. Desde então, o autor do crime passou a ser considerado foragido da justiça.

Por diversas vezes, a Polícia Civil tentou capturá-lo, mas sem sucesso, pois ele se refugiava na Bolívia, de onde  retornou poucas vezes ao Brasil.

Em fevereiro deste ano, a Polinter chegou a enviar uma equipe a Cáceres, mas as buscas pelo foragido não tiveram êxito. Uma última tentativa foi realizada para localizá-lo em Goiânia, contudo, com os dados obtidos no decorrer das investigações, a equipe da Polinter conseguiu apurar o possível paradeiro do foragido, cujas informações levavam à região Sul do Brasil.

Em um trabalho em conjunto com a equipe do delegado Vicente Soares, da Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú, os policiais civis do município catarinense checaram prováveis locais onde ele poderia esta e com apoio da Polícia Militar local conseguiram realizar a prisão nesta segunda-feira.

As buscas pelo foragido contaram também com o auxílio da Delegacia Regional de Cáceres.

O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Cáceres, para onde o foragido deverá ser recambiado.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana