POLÍCIA

Polícia Civil prende jovem que comercializava drogas portando na cintura um simulacro de arma de fogo

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Mais um jovem envolvido com o comércio de entorpecentes em Rondonópolis (212 km ao sul de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil na tarde de sexta-feira (19.03), em ação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) do município. 

O trabalho resultou na apreensão de meio tablete de maconha, uma balança de  precisão e um simulacro de arma de fogo. O suspeito de 22 anos foi autuado em flagrante por tráfico de drogas. 

Durante diligências investigativas, os policiais civis identificaram que o suspeito estaria praticando a venda de entorpecentes por meio das redes sociais, razão pela qual o mesmo passou a ser monitorado. No decorrer da vigilância foi constatada intensa movimentação de pessoas na residência do investigado no bairro Jardim Liberdade.

Diante das fundadas evidências, na tarde de sexta-feira (19) os investigadores da Derf-rondonópolis abordaram o jovem no fundo do imóvel, momento em que ele tirou um objeto da cintura. Na sequencia foi verbalizado para soltar, o mesmo obedeceu e jogou no chão um simulacro de arma de fogo.

Em seguida o suspeito apontou o local onde havia ocultado os entorpecentes, e dentro do congelador da geladeira foi encontrado um tablete de maconha. No local também foi apreendida uma balança de precisão sob um pacote de arroz e outra porção de entorpecente.

Questionado o jovem informou que portava o simulacro na cintura pois estava recebendo ameaças de morte, bem como relatou que comercializava cada porção da droga pelos valores de R$ 10, 20 e 30.  

Com base nos fatos o suspeito foi detido e conduzido junto com todo material apreendido, interrogado e autuado por tráfico de drogas. Após a confecção dos autos, o preso foi colocado à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Autor de triplo homicídio em Mato Grosso é preso no interior de Rondônia

Publicados

em

Por Raquel Teixeira

Um homem indiciado pela Polícia Civil por um triplo homicídio ocorrido há três anos em Aripuanã (1.002 km a noroeste de Cuiabá) foi localizado e preso no último fim de semana, no interior de Rondônia. Ele foi apontado nas investigações sobre o crime como um dos autores dos homicídios de três pessoas de uma mesma família.

O homem de 44 anos foi preso na região do município de Alto Alegre dos Parecis. Policiais militares do município de Rondônia estavam em patrulhamento na zona rural, durante a Operação Narco Brasil, quando abordaram uma camionete conduzida pelo foragido. Em checagem aos dados pessoais nos sistemas de segurança pública foi constatado o mandado de prisão emitido pela Comarca de Aripuanã.

O foragido foi conduzido à Delegacia da Polícia Civil de Alta Floresta d’Oeste, onde foi formalizado o mandado de prisão.

Crime

Em outubro de 2019, as vítimas Matheus Paes Zeferino, 20 anos, Osmir Zeferino, 48 e Klidio Henrique Richieri Ferreira, 26 anos, foram mortas em um garimpo na região do distrito de Conselvan, a aproximadamente 14 quilômetros da cidade de Aripuanã.

As equipes policiais encontraram as vítimas dentro de uma camionete modelo Hillux, todas alvejadas com disparos de arma de fogo. No assento do motorista estava Osmir, no banco da frente estava o filho, Matheus e no assento traseiro, Klidio, genro de Osmir.

Em análise no local do crime, a Polícia Civil constatou que as vítimas não tiveram chance de reação e que no momento em que ocorreram os disparos estavam falando com quem cometeu o crime.

Durante apuração sobre o triplo homicídio, a equipe da Delegacia de Aripuanã chegou à identificação de duas pessoas envolvidas no crime, uma delas a que foi presa. Conforme a investigação, o autor do crime teria discutido com as vítimas por causa de uma caixa d’água no garimpo e logo depois ocorreram as mortes.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana