POLÍCIA

Polícia Civil prende funcionário e recupera televisores furtados de loja em Jaciara

Publicado


.

Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Jaciara (144 km ao Sul) esclareceu o furto ocorrido na empresa Gazin do município, ocorrido na quinta-feira (21.05), com a prisão do suspeito, menos de 24 horas após o crime. Durante as investigações, um funcionário da empresa foi identificado como autor do furto.  Outras duas pessoas, um intermediador da venda e o receptador dos produtos também foram conduzidos.

As investigações iniciaram após o gerente da empresa procurar a Delegacia de Jaciara comunicando que durante conferência do estoque foi percebido que estavam faltando dois televisores.  Em checagem das câmeras de segurança, foi percebida a movimentação incomum de um funcionário que trabalha como manobrista dos caminhões de carga.

Para praticar o crime, o funcionário colocou os dois aparelhos de TV, de 50 polegadas, dentro da caminhão vazio e depois estacionou ao lado do seu veículo Chevrolet Onix, e colocou as televisões em seu porta-malas. Diante das evidências, os policiais abordaram o suspeito que confessou o furto e revelou que entregou os aparelhos para o comprador em Rondonópolis.

Leia mais:  Tenente que matou soldado da PM por engano durante operação é afastado

A venda das televisões foi intermediada por um amigo do autor do furto que alegou não saber que os aparelhos eram de origem ilícita. As TVs avaliadas em aproximadamente RS 2,5 mil cada foram vendidas por R$ 1.450 a unidade (valor total de R$ 2,9 mil). A entrega dos produtos foi realizada em Rondonópolis (212 km ao Sul).

Com base nas informações, a equipe da Polícia Civil de Jaciara se deslocou até Rondonópolis, onde apreenderam os aparelhos já instalados na casa do receptador. Questionado, ele disse que não sabia que os produtos eram de origem ilícita, e que acreditou que os produtos eram vendidos por valor abaixo ao de mercado por ser “de segunda mão”, uma vez que os suspeitos disseram que o dono estava vendendo pois precisava de dinheiro para viajar.

Os aparelhos foram apreendidos e os três suspeitos foram conduzidos à Delegacia de Jaciara, sendo realizada a autuação em flagrante do funcionário autor do crime de furto qualificado.

Leia mais:  Mulher pede socorro com filhos no colo e suspeito é preso por ameaça

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
publicidade

POLÍCIA

Governo vai investir quase R$ 4,9 milhões em compra de farda para Polícia Militar

Publicado


.

Por meio do programa Tolerância Zero, a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) vai investir R$ 4,88 milhões para a aquisição de fardamento operacional para quase 7,5 mil policiais militares de Mato Grosso, de soldado a coronel. Os recursos são oriundos do Tesouro Estadual.

Além da compra do uniforme operacional, os policiais lotados nas tropas especializadas como Força Tática, Bope, Rotam, Batalhão de Trânsito, Cavalaria, Batalhão Ambiental, dentre outros, também serão contemplados com as aquisições.

“Os recursos para aquisição já estão em caixa e a Polícia Militar precisa deste importante investimento que o Governo do Estado está fazendo. A segurança pública é uma prioridade do governador Mauro Mendes”, destacou o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.

O processo de compra se dará pelo Comando Geral da Polícia Militar. De acordo com as informações do comandante-geral da corporação, coronel PM Jonildo José de Assis, será realizado um pregão para a compra do fardamento das tropas especializadas e para a farda operacional.

Leia mais:  Mulher pede socorro com filhos no colo e suspeito é preso por ameaça

Assis destaca que a PM já fez a adesão a uma ata de registros de preços, passo fundamental, e está adotando outras medidas no sentido de agilizar a aquisição do fardamento.

O comandante diz que é prioridade e compromisso atender todos os policiais militares com fardas, armamentos e outros equipamentos de uso pessoal, assim como a infraestrutura necessária ao bom desenvolvimento das atividades policiais e prestação de serviços de qualidade à sociedade.

“O Governo do Estado e a Secretaria de Segurança Pública entenderam que mesmo em momento de crise, o investimento no fardamento é necessário e disponibilizaram verbas para a aquisição”.

Fonte: PM MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Agronegocio

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana