POLÍCIA

Polícia Civil prende autor de estupro de vulnerável em Nova Xavantina

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Um homem acusado de estupro de vulnerável no município de Nova Xavantina (645 km a leste de Cuiabá), foi preso pela Polícia Civil, na tarde de quinta-feira (26.08), em ação para cumprimento de mandado de judicial.

O suspeito de 46 anos estava com a ordem de prisão preventiva decretada pela juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca local, por cometer crime de violência sexual contra uma criança de apenas 9 anos.

As investigações iniciaram no mês de julho, após a mãe da vítima procurar à Polícia Civil para narrar os fatos. No boletim de ocorrência, a comunicante informou que seu filho de 9 anos foi abusado sexualmente pelo homem, que dava dinheiro ao menino para manter relação sexual com ele.

Com base nas revelações os policiais civis passaram a diligenciar para apurar as informações, sendo por meio de oitivas de testemunhas e exames periciais realizados na vítima, confirmado os abusos. 

Durante depoimento especial, a criança contou com detalhes que aceitou a oferta do suspeito com notas em dinheiro de R$ 10 e 20, para comprar doces e biscoitos.

Diante da gravidade da situação, a Delegacia de Polícia de Nova Xavantina representou pelo pedido de prisão preventiva do suspeito, prontamente deferido pelo juiz da Segunda Vara Criminal.

Com o mandado de prisão decretado, os policiais civis conseguiram localizar o investigado. Ao ser preso, ele foi conduzido para as providências cabíveis e posteriormente levado para o Presídio Major Zuzi Alves da Silva, em Água Boa, à disposição da Justiça.

Fonte: PJC MT

Comentários Facebook
Propaganda

POLÍCIA

Polícia invade a prefeitura e prende o chefe de gabinete do Prefeito de Cuiabá

Publicados

em

A Polícia amanheceu na porta da Prefeitura de Cuiabá, nesta terça-feira (19/10) e, além de afastar o prefeito, levou preso o chefe de gabinete Antônio Monreal Neto. A prisão temporária decretada pelo tribunal de Justiça de Mato Grosso e faz parte de um conjunto de mandados que incluem busca e apreensão contra ele, o prefeito Emanuel Pinheiro e a esposa Márcia Aparecida Kuhn Pinheiro, a secretária adjunta de Governo e Assuntos Estratégicos, Ivone de Souza e o ex-coordenador de Gestão de Pessoas Ricardo Aparecido Ribeiro.

Formado em Direito, Antônio Neto trabalha com o prefeito desde 2014, onde foi assessor juridico.

Justiça determina afastamento do prefeito de Cuiabá

A ação foi coordenada pelo Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco) do Ministério Público e tem apoio da Delegacia Especializada em Combate à Corrupção (Deccor), da Polícia Civil. As investigações que originaram o pedido fazem parte da ‘Operação Capistrum’, deflagrada após investigações originadas no Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa da capital, apontar ilícitos na Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá.

Além da medida criminal determinada pelo Tribunal de Justiça, o Ministério Público propôs, através do Núcleo de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, ação cível por ato de improbidade administrativa contra os acusados visando a aplicação das sanções da lei de improbidade, bem como apresentou pedidos de indisponibilidade de bens e afastamento de agentes públicos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

ENTRETENIMENTO

MATO GROSSO

Política Nacional

CIDADES

Mais Lidas da Semana